top of page

Absorção de proteínas: como acontece?

Muito mais que consumir a quantidade certa de proteínas e conseguir digeri-las, a absorção de proteína, ou seja, conseguir absorvê-las, é fundamental. As proteínas exógenas advindas das fontes alimentares como carne, peixe, ovos e frango são as principais fontes de nitrogênio para o organismo, e por isso precisam ser absorvidas corretamente. Resumimos aqui como esse processo ocorre. Leia mais para entender como a absorção de proteínas acontece. 



Table of Contents


Proteínas: Onde Tudo Começa


Após serem consumidas e passarem pelo processo de digestão, que acontece majoritariamente no estômago, as proteínas são transformadas em aminoácidos, e em peptídeos (dipeptídeos e tripeptídeos). Estudos recentes fornecem dados a respeito da absorção de algumas proteínas intactas. Porém, são moléculas de tamanho diminuto. Dessa forma, fisiologicamente, a maior absorção é de aminoácidos. 


Esses produtos gerados após o processo digestivo são absorvidos pelos enterócitos, mais precisamente pelas  membranas da borda estriada das células mucosas do intestino.  A absorção é a transferência dos peptídeos e dos aminoácidos do lúmen intestinal para dentro da célula, esse processo ocorre por toda a extensão do intestino delgado, sendo os aminoácidos mais absorvidos no duodeno. 


Proteínas: Transporte


O transporte dessas moléculas pode ser feito de forma paracelular ou com o auxílio de transportadores dependentes ou não de sódio. A maioria dos aminoácidos para serem absorvidos dependem dos transportadores que possuem afinidade ao sódio, quando o sódio junta-se ao carreador, a afinidade pelo aminoácido aumenta, este liga-se ao carreador e é transportado para o interior da célula. Além da entrada dos aminoácidos na célula, alguns transportadores ao fazer essa passagem também podem transferir para o exterior da célula íons e potássio pela bomba de  Na/K-ATPase no sistema de cotransporte. 


Velocidade de Absorção das Proteínas


Além disso, a velocidade de absorção é influenciada pelo tamanho do aminoácido, quanto maior a sua massa da cadeira lateral e também da sua carga elétrica a passagem pelas membranas acontece de forma mais rápida. Não só o tamanho, mas também o tipo dos aminoácidos determinam a velocidade de translocação. Ou seja, os aminoácidos indispensáveis, a exemplo da isoleucina, leucina e metionina, são mais rapidamente absorvidos comparados aos demais. 


Prática Clínica 


Não é incomum o consumo de aminoácidos livres (L-aminoácidos) na forma de suplemento alimentar em pó, em detrimento do consumo de alimentos fontes de proteína, a partir do senso comum que os aminoácidos livres serão melhores absorvidos e direcionados exclusivamente para a síntese muscular. Porém, o consumo desses aminoácidos gera uma competição de absorção e sobrecarga dos transportadores, prejudicando o processo absortivo.


Além disso, quando comparada a digestão e absorção de proteínas completas, os peptídeos gerados são mais rapidamente absorvidos do que os aminoácidos livres, fornecidos via suplementação. Além dos suplementos possuírem na maioria das vezes alto custo. Assim, as proteínas naturais de boas fontes, ofertadas via alimentação devem ser a primeira escolha do nutricionista. 


Continue Estudando...


Sugestão de estudo: Proteínas




Referências Bibliográficas


JOCHEMS, Paulus; GARSSEN, Johan; VAN KEULEN, Antonius; MASEREEUW, Rosalinde; JEURINK, Prescilla. Evaluating Human Intestinal Cell Lines for Studying Dietary Protein Absorption. Nutrients, [S.L.], v. 10, n. 3, p. 322, 7 mar. 2018. MDPI AG.

Comments


Commenting has been turned off.
bottom of page