top of page
  • Foto do escritorKcal da Science Play

Adaptógenos, estresse e ansiedade: qual a relação?

O estresse e a ansiedade são sintomas cada vez mais comuns atualmente e estão diretamente ligados com a qualidade do sono, escolhas alimentares e rotina da população. Por isso, aumentou a procura de potenciais soluções médicas e alternativas que possam ajudar a ter mais qualidade de vida, adequando os níveis de estresse e ansiedade. Mas onde os adaptógenos entram nessa história?



Table of Contents


O que são Adaptógenos?


Os adaptógenos compreendem uma categoria de medicamentos à base de plantas e produtos nutricionais promovendo a adaptabilidade, a resiliência, e sobrevivência do organismo no período de estresse. Além disso, a sua ingestão afeta os níveis de óxido nítrico, níveis de lactato, níveis de glucose no sangue, níveis de cortisol, perfil lipídico do plasma, enzimas hepáticas, etc. Dessa forma, melhora também possíveis doenças induzidas pelo estresse, como a ansiedade, doenças cardiovasculares, desordens cognitivas e até mesmo diabetes.


Como os Adaptógenos Podem Ajudar?


A ingestão de adaptógenos vegetais não está associada a efeitos secundários graves. Em doses baixas, funcionam como moduladores do estresse suave, ativando as vias de sinalização adaptativas de tensão-resposta para lidar com o estresse severo. Por isso, está relacionado com a prevenção do envelhecimento precoce e manutenção de uma boa saúde e vitalidade. 


Ao contrário dos adaptogénicos sintéticos, os naturais são extratos com uma composição fitoquímica bastante rica e essa combinação de diferentes substâncias é o que as permite desempenhar tantas funções. Estudos recentes relatam que a ingestão de adaptogénicos vegetais como extratos de raíz de Eleutherococcus senticosus, raiz de Schisandra chinensis, raiz de Rhodiola rosea está associada a afetar o eixo hipotálamo-hipófise e alguns mediadores de estresse. 


Prática Clínica


Dessa forma, o uso de adaptógenos junto com uma alimentação adequada de macro e micronutrientes possui efeito modulador na resposta ao estresse e ansiedade em organismos vivos. A forma mais fácil de consumir e extrair esses compostos é na forma de pó, cápsulas ou chás. As plantas adaptógenas mais comuns para o alívio do estresse são: ginseng siberiano (Eleutherococcus senticosus), ginseng asiático (Panax ginseng), erva tulsi (Manjericão sagrado), raiz dourada (Rhodiola rosea), raiz de maca (Lepidium meyenii).


Lembrando que até o momento a ANVISA não autoriza a prescrição ao nutricionistas da ashwagandha (Withania somnifera), planta bastante difundida por sua função adaptógena.

Além disso, não é recomendado o uso em pessoas com doenças cardíacas, mulheres grávidas ou durante a amamentação e deve-se atentar a interação droga-nutriente com outros medicamentos, como antidepressivos. 


Continue Estudando...





Referências Bibliográficas 


TODOROVA, Velislava; IVANOV, Kalin; DELATTRE, Cédric; NALBANTOVA, Vanya; KARCHEVA-BAHCHEVANSKA, Diana; IVANOVA, Stanislava. Plant Adaptogens—History and Future Perspectives. Nutrients, [S.L.], v. 13, n. 8, p. 2861, 20 ago. 2021. MDPI AG.

Comentários


Os comentários foram desativados.
bottom of page