top of page

Carnes Vegetais como Solução para Inflamação

A procura por alimentos que não são à base de animais é crescente em todo o mundo. A urgência por um consumo mais sustentável e adequado sem agressão ao planeta e aos animais, faz com que novos produtos sejam desenvolvidos para atender essa demanda. Dessa forma, as carnes vegetais são cada vez mais consumidas e o questionamento surge: as carnes vegetais são capazes de reduzir a inflamação? Descobriremos a seguir. 



Table of ContentsToggle

O que são carnes vegetais?

Inicialmente esse termo refere-se a produtos veganos ou vegetarianos que foram desenvolvidos a base de plantas, são as proteínas alternativas à base de plantas ou popularmente conhecidas como carnes vegetais. Apenas nos Estados Unidos no ano de 2019 mais de US $900 milhões foram faturados com as vendas destes produtos. Logo, o crescente consumo desperta a curiosidade na população geral e na comunidade científica acerca dos potenciais riscos ou benefícios no consumo de carnes vegetais.

Interpretando a Literatura

Um ensaio clínico randomizado analisou o consumo de carnes vegetais e comparou com a ingestão de carnes vermelhas (animal) associando a um risco cardiometabólico em adultos saudáveis. Nesse estudo, foram encontrados níveis elevados de trimetilamina-N-óxido (TMAO) forte marcador bioquímico relacionado a inflamação nos consumidores de carne vermelha. Porém, durante o período de 8 semanas os participantes do estudo consumiram cerca de 2 porções de carne vegetal ou carne vermelha por dia.

Assim, como resultado das análises bioquímicas, os marcadores inflamatórios como a  IL 6, IL-18, TNF, IL-12B e IL-10 não apresentaram redução entre os grupos. Logo, não é possível afirmar que a substituição de carne vermelha por carne vegetal é capaz de reduzir a inflamação isoladamente. Porém, o consumo de uma dieta a base de vegetais apresenta diversos benefícios à saúde por ser rica em frutas e vegetais que possuem nutrientes essenciais e fitoquímicos.

Prática Clínica

Dessa forma, a redução no consumo de carnes vermelhas relaciona-se principalmente com o anseio de um consumo alimentar mais consciente e sustentável. Apesar de não apresentarem no estudo abordado uma redução em parâmetros inflamatórios, a ingestão de carnes vegetais não apresenta potenciais riscos à saúde e pode ser benéfica a microbiota intestinal. Assim, adotar uma alimentação equilibrada e saudável que inclua diversas fontes alimentares deve ser a prioridade do profissional nutricionista.  

Referências Bibliográficas

Leia mais sobre o tema: Veganismo

Artigo: Carnes vegetais alternativas v . carnes animais Crimarco, A., Landry, M., Carter, M., & Gardner, C. (2022). Avaliando os efeitos de carnes alternativas à base de plantas versus carnes animais em biomarcadores de inflamação: uma análise secundária do estudo cruzado randomizado SWAP-MEAT. Journal of Nutritional Science, 11 , E82. doi:10.1017/jns.2022.84

Classifique esse post

1 visualização

Comments


bottom of page