top of page
  • Foto do escritorKcal da Science Play

Como Cuidar da Microbiota de Atletas?

A microbiota intestinal possui mais de 4 milhões de tipos de bactérias, que estão presentes em número maior até mesmo que as células humanas. Tendo isso em vista, é notória a relevância que a microbiota tem para a saúde humana, principalmente de atletas que possuem diversas particularidades referentes a tal assunto. Portanto, descubra agora, de maneira prática, como cuidar da microbiota de uma teleta. 



Table of ContentsToggle

Funções da Microbiota

Inicialmente, dentro das inúmeras funções fisiológicas desenhadas pela microbiota, uma das mais importantes, está relacionada ao auxílio na metabolização de alguns nutrientes, como por exemplo as fibras dietéticas. Além disso, a microbiota intestinal protege a mucosa contra a agressão de inúmeros microrganismos patogênicos. Ademais, no caso dos atletas, a realização de exercício físico extenuante, provoca o aumento da permeabilidade intestinal, o que pode ocasionar o quadro de Leaky Gut. 

Via Intestino-Cérebro para Atletas

Outro ponto importante é a conexão intestino-cérebro, no qual a microbiota é capaz de produzir mediadores intestinais, que alcançam o sistema nervoso e afetam o humor, além de interferir no comportamento humano. Logo, ter domínio de tais conhecimentos referentes às funções que a microbiota exerce sobre o estado de humor do paciente é fundamental na prática clínica na hora de definir as diferentes estratégias nutricionais junto aos atletas. 

Disbiose em Atletas

No mais, inúmeros fatores podem desencadear a disbiose no atleta, desde a composição nutricional da dieta, até mesmo o exercício em si como mencionado anteriormente. Nesse contexto, uma dieta reduzida em fibras solúveis, alto consumo de alimentos industrializados e açúcares refinados pode piorar o quadro disbiótico. No mais, o alto consumo de carboidratos principalmente pelos atletas de endurance pode fazer a disbiose intestinal, além de ser um fator facilitador para a candidíase intestinal.

Prática Clínica

Nesse sentido, o manejo nutricional adequado é indispensável no cuidado da microbiota do atleta. Assim, cuidar das fontes alimentares, principalmente dos carboidratos, variando os tipos que serão ofertados nos períodos pré, intra e pós treino é primordial. Além disso, incluir fontes de fibras solúveis na alimentação do atleta,  bem como realizar a suplementação com probióticos são estratégias importantes para melhorar e proteger a microbiota do paciente. 

Referências Bibliográficas

Artigo: The Connection Between Physical Exercise and Gut Microbiota: Implications for Competitive Sports Athletes Wegierska AE, Charitos IA, Topi S, Potenza MA, Montagnani M, Santacroce L. The Connection Between Physical Exercise and Gut Microbiota: Implications for Competitive Sports Athletes. Sports Med. 2022;52(10):2355-2369. doi:10.1007/s40279-022-01696-x

Classifique esse post

2 visualizações

Comments


bottom of page