top of page
  • Foto do escritorKcal da Science Play

Desconfortos Gastrointestinais Durante Atividade Física: Como evitá-los?

Durante a atividade física, algumas pessoas podem apresentar desconfortos gastrointestinais, que variam em gravidade e sintomas. Esses desconfortos podem incluir náuseas, vômitos, dores abdominais, diarreia e flatulência. Vários fatores podem contribuir para esses sintomas, e é importante abordar cada um individualmente.



Table of ContentsToggle

Por que acontecem os desconfortos gastrointestinais? 

Uma das causas mais comuns de desconfortos gastrointestinais durante o exercício é a redução do fluxo sanguíneo para o sistema digestivo. Durante o exercício intenso, os músculos exigem um maior suprimento de sangue, e isso pode resultar na diminuição do fluxo sanguíneo para o estômago e intestino . Essa redução do fluxo sanguíneo pode levar à diminuição da absorção de nutrientes e à irritação do trato gastrointestinal, resultando em desconforto.

Outra causa possível é a alimentação inadequada antes do exercício. Consumir alimentos ricos em gordura, fibras ou proteínas antes de se exercitar pode retardar a digestão e causar desconforto durante o treino. Além disso, certos alimentos ou bebidas, como alimentos picantes, alimentos com alto teor de cafeína ou bebidas gaseificadas, podem irritar o estômago e causar sintomas gastrointestinais.

A desidratação também pode desempenhar um papel importante nos desconfortos gastrointestinais durante a atividade física. A falta de hidratação adequada pode levar a problemas digestivos, como constipação ou diarreia. É fundamental manter-se hidratado antes, durante e após o exercício para minimizar esses sintomas.

Prevenção Adequada dos Desconfortos Gastrointestinais 

Para evitar ou reduzir os desconfortos gastrointestinais durante a atividade física, algumas medidas podem ser adotadas. Isso inclui evitar comer alimentos ricos em gordura antes do exercício e optar por refeições leves e facilmente digeríveis. Além disso, manter uma hidratação adequada e evitar o consumo de alimentos ou substâncias que possam irritar o estômago, também são importantes.

Se os sintomas persistirem ou forem graves, é recomendável procurar um profissional de saúde, como um médico ou nutricionista, para uma avaliação adequada e individualizada, com intuito de adotar estratégias adequadas para minimizar os desconfortos gastrointestinais durante a atividade física.

Prática Clínica

O acompanhamento individualizado é de extrema importância em casos como este, onde é possível analisar o tipo de atividade física que o paciente faz, sua intensidade, volume, horários e etc. Elaborar estratégias no plano nutricional para os dias sem treinos e para os dias com treinos, ajustando o tipo de alimento e a quantidade a ser consumida. Em adição, elaborar toda a parte suplementar tanto para o pré, pós e intra treino, buscando maneiras eficazes para reduzir e evitar desconfortos gastrointestinais. O aconselhado é que pelo menos 2 dias anteriores a um treino mais intenso, o indivíduo já evite certos alimentos (gorduras, fibras, alimentos crus, folhosos) e faça uma ingestão maior de água, aumentando sua hidratação. 

Referências Bibliográfica

de Oliveira, E.P., Burini, R.C. & Jeukendrup, A. Gastrointestinal Complaints During Exercise: Prevalence, Etiology, and Nutritional Recommendations. Sports Med 44 (Suppl 1), 79–85 (2014). https://doi.org/10.1007/s40279-014-0153-2

Classifique esse post

2 visualizações

Comments


bottom of page