top of page
  • Foto do escritorKcal da Science Play

Iimpacto das Refeições em Família no Estado Nutricional Infantil

Em todo o mundo, as crianças estão apresentando níveis de ingestão de vegetais e de frutas abaixo do recomendado. Tal cenário tem ligação direta com os hábitos alimentares familiares modernos. Assim, a execução de refeições em família é primordial para a formação, na base, de hábitos mais saudáveis, durante o restante da vida. Nesse sentido, será que o tempo a mesa entre pais e crianças realmente influencia na quantidade de alimentos in natura ingeridos e no seu estado nutricional?  É o que veremos a seguir. 



Table of ContentsToggle

Ambiente Familiar nas Refeições

As refeições feitas em família servem como um ambiente de interação e aprendizado que modela as escolhas e preferências alimentares das crianças. Quando comparada às refeições fora de casa, o tempo que se leva para consumir a comida que foi preparada em casa tem interferência no tempo em que a família permanece reunida. Nesse sentido, uma maior integração familiar, proporciona que o consumo de alimentos como a frutas e também os vegetais aumente durante a semana.  

Efeitos Positivos das Refeições em Família

Além dos efeitos diretos sobre a ingestão total de alimentos, comer em família pode exercer efeitos indiretos no comportamento infantil. A exemplo disso, a velocidade da mastigação quando a refeição é feita de forma isolada ou acompanhada é modificada. Assim, comer sem pressa, saboreando o alimento e mastigando com calma, tem efeitos diretos nos mecanismos fisiológicos de fome e saciedade o qual corrobora com a menor ingestão de alimentos e pode exercer um papel antiobesidade. 

Refeições em Família na Literatura

Um estudo realizado com cinquenta famílias, mostrou que a diferença no tempo das refeições de apenas 20 para 30 minutos já aumentava consideravelmente o consumo de porções, tanto  de frutas, quanto dos vegetais pelas crianças. Além disso, o número médio de mordidas por minuto, dentro do experimento, também foi  calculado. Como resultado, quanto maior o intervalo de tempo, maior o tempo de mastigação dos alimentos. Fato este que é sabidamente benéfico para a digestão e absorção dos nutrientes e se correlaciona com o melhor estado nutricional infantil de forma direta e indireta.  

Prática Clínica

Assim, fica evidente o tamanho do impacto que o tempo de realização das refeições pode causar nos hábitos alimentares das crianças. Além disso, modificações simples podem interferir no estado nutricional e ser um fator de proteção contra doenças crônicas não transmissíveis como a obesidade. Portanto, o incentivo a realização de refeições em conjunto, feitas à mesa, sem a interferência de telas e com o maior espaço de tempo possível deve ser uma recomendação rotineira na prática clínica. 

Referências Bibliográficas

Artigo: Efeito de refeições familiares mais longas na ingestão de frutas e vegetais pelas crianças Dallacker M, Knobl V, Hertwig R, Mata J. Efeito de refeições familiares mais longas na ingestão de frutas e vegetais por crianças : um ensaio clínico randomizado . JAMA Netw Open. 2023;6(4):e236331. doi:10.1001/jamanetworkopen.2023.6331

Classifique esse post

2 visualizações

Comentários


bottom of page