top of page
  • Foto do escritorKcal da Science Play

Inovações em Suplementação para a Saúde do Movimento

Nossa microbiota é a nossa porta de entrada para tudo. O atleta de alta performance é como nossa fórmula 1, um laboratório ambulante que pode fornecer valiosas experiências para o nosso dia a dia. O músculo, por sua vez, é um grande órgão excretor. Nesse contexto, os probióticos se destacam como grandes aliados do esporte.


Quando falamos em atividade física, é importante compreender que nosso corpo funciona como um sistema integrado e interdependente. Se uma parte do corpo precisa de algo, o próprio organismo compensa retirando de outras áreas para suprir essa demanda. É como se fôssemos um circuito fechado, onde o metabolismo aeróbio e anaeróbio não se limita apenas às células musculares.


Embora o esporte seja associado à saúde, é importante diferenciar entre saúde e performance. Quanto maior a intensidade do exercício, maior é a acidose metabólica gerada, o que pode causar problemas na microbiota intestinal.


A curcumina, presente na cúrcuma, auxilia na produção de ácidos graxos de cadeia curta, que desempenham um papel crucial na saúde intestinal. Além disso, os probióticos contribuem para a síntese de proteínas, promovendo a interação com receptores presentes no íleo e no cólon, o que estimula a secreção de GLP-1 e peptídeo YY, resultando na melhoria da sensibilidade à insulina e na regulação dos níveis de açúcar no sangue.


Uma disbiose, que é o desequilíbrio da microbiota intestinal, pode levar ao aumento da permeabilidade intestinal, permitindo a entrada de endotoxinas bacterianas no organismo. No entanto, uma microbiota saudável tem a capacidade de inibir a produção de citocinas pró-inflamatórias, estimulando assim a prática de exercícios e promovendo a saúde geral.


Funções do microbioma


  • Vitaminas

  • Digestão

  • Fermentação


Marcadores bioquímicos para entender a saúde intestinal


  • Butirato

  • Proprionato

  • Acetato


As doenças muitas vezes são resultado do estilo de vida que levamos. O estresse crônico e a alimentação emocional, por exemplo, podem alterar os níveis de cortisol, assim como a atividade física e o jejum. Noites mal dormidas também podem aumentar os níveis de cortisol, o que, por sua vez, pode aumentar a permeabilidade intestinal.


Se não fornecermos ao nosso corpo os aminoácidos necessários, isso pode afetar negativamente o desempenho e a performance. Ainda, é importante ressaltar que não adianta praticar jejum intermitente, realizar exercícios intensos como crossfit e depois compensar na alimentação.


Existem diversos fatores que podem inibir o desenvolvimento de uma microbiota prejudicial, incluindo exercícios físicos moderados, dieta adequada, sono de qualidade, entre outros. No nosso organismo, tudo se equilibra entre inflamação e reparo tecidual, sendo essencial manter esse equilíbrio para uma boa saúde geral.


K2VITAL DELTA


A K2 Vital Delta® é indicada para:

• Manutenção da saúde óssea;

• Previne a osteoporose;

• Previne a perda óssea após o início da menopausa;

• Auxilia na saúde cardiovascular.


Considerando que através da alimentação não conseguimos atingir nem mesmo 25% da dose diária recomendada, a suplementação torna-se indispensável. O treino de manutenção é essencial, pois interrompê-lo resultará em descondicionamento. A ingestão de proteínas é crucial, pois elas são quebradas em aminoácidos, que por sua vez são utilizados na construção de nossas próprias proteínas.


É importante destacar que as proteínas não estão presentes apenas nos músculos; em situações de necessidade, elas são retiradas de locais menos vitais para suprir os mais vitais. O TWK 10 utiliza parâmetros semelhantes aos que utilizamos, como níveis de glicogênio e perda óssea, para avaliar e guiar suas intervenções.


Metabolômica é a ciência que monitora as alterações nas concentrações de metabólitos em resposta a vários estímulos, como atividade física, mecanismos toxicológicos, descoberta de biomarcadores, entre outros.


Marcadores funcionais do metabolismo


  • Anormalidades do ciclo de Krebs

  • Insuficiência de vitaminas, minerais, aminoácidos carreadores de gorduras e precursores de neurotransmissores

  • Função mitocondrial

  • Indicadores de dano oxidativo e de desintoxicação

  • Marcadores de capacidade antioxidante

  • Metabólitos de neurotransmissores para avaliar as funções do SNC

  • Status de metilação e marcadores de impacto renal 

  • Marcadores de catabolismo do colágeno e do metabolismo mineral

  • Marcadores de insuficiência de coenzima QIO (CoQIO) e ácido lipóico 

  • Marcadores de disbiose específicos para crescimento excessivo de bactérias e leve


Análise metabolômica na prática clínica


  • Existem sinais de erros inatos do metabolismo?

  • A produção de energia mitocondrial está prejudicada?

  • Existem deficiências nutricionais?

  • A alteração no turnover de neurotransmissores revela as origens dos sintomas?

  • Há alta carga de toxinas e isso está afetando negativamente a capacidade de desintoxicação

  • Os sintomas do paciente estão relacionados ao crescimento excessivo de bactérias e fungos no intestino?

  • Os nutrientes antioxidantes ingeridos estão sendo capazes de contra o estresse oxidativo?


Fadiga


Fadiga causa diversos efeitos no corpo:


  • BAIXA: imunidade, eficiência metabólica, ferro, hemoglobina, lactato, sódio, potássio, magnésio, cálcio, testosterona, glóbulos vermelhos

  • ALTA: cortisol, ferritina, CPK, LDH, amônia, lactato, TNF-alfa, ureia, PCR, glóbulos brancos


Antes de suplementar butirato, é necessário tratar a flora intestinal, pois se o problema não for tratado, a solução pode não ser eficaz.


Estado ácido-base no sangue


• Marcadores de dano muscular

• Ácido-base sanguíneo

Fontes de energia envolvidas nos esforços, custos decorrentes e qualidade das reações de compensação

Acido-base status - um índice de adequação metabólica.

• Previsão antecipada para overtraining (overtraining deve ser evitado)

• Bioquímica "Muscular"

• La, GOT / GPT, CK, LDH


Avaliação da função mitocondrial


  • Marcadores de metabolismo de ácidos graxos: A suplementação com carnitina auxilia na oxidação do ácido graxo mitocondrial, juntamente com a proliferação peroxissomal.


  • Menor disponibilidade de carnitina ou atividade enzimática prejudicada resulta em: retardo da oxidação de ácidos graxos, menor transporte de ácidos graxos para a mitocôndria, aumento de adipato e suberato.


  • Pode ser necessária uma suplementação adicional de carnitina e probióticos, como o TWK-10.


Prática Clínica


Considerando a importância da microbiota intestinal para a saúde e desempenho esportivo, recomenda-se atenção especial à manutenção desse equilíbrio no consultório. Os probióticos surgem como aliados valiosos, especialmente para atletas de alta performance, ajudando a promover a saúde intestinal e, consequentemente, melhorando a absorção de nutrientes essenciais. Além disso, é crucial compreender a interconexão entre estilo de vida, dieta e desempenho atlético, visando otimizar o funcionamento do organismo.


A análise de marcadores bioquímicos e metabólicos, juntamente com a avaliação do estado ácido-base e da função mitocondrial, pode fornecer insights valiosos para orientar intervenções personalizadas. A suplementação adequada, como com K2 Vital Delta e TWK-10, pode ser necessária para garantir a ingestão adequada de nutrientes e apoiar a saúde óssea, cardiovascular e muscular. Por fim, é fundamental adotar uma abordagem holística, considerando não apenas o desempenho esportivo imediato, mas também a promoção da saúde a longo prazo.


Continue Estudando...



Sugestão de estudo: Suplementação



Referências Bibliográficas


Jäger, R., Mohr, A. E., Carpenter, K. C., Kerksick, C. M., Purpura, M., Moussa, A., … Antonio, J. (2019). International Society of Sports Nutrition Position Stand: Probiotics. Journal of the International Society of Sports Nutrition, 16(1). doi:10.1186/s12970-019-0329-0

Comments


bottom of page