top of page

Fazer Exercício Físico Deixa Mais Criativo? Saiba o Que Diz a Ciência

Já são bem estabelecidos os efeitos positivos que a atividade física promove no organismo. A prática de exercícios tem papel protetor contra problemas cardiovasculares, diabetes e hipertensão arterial, dentre outras inúmeras doenças. 


Mas além dos efeitos “fisicos”, sabe-se também dos impactos positivos que a atividade física exerce na saúde mental, promovendo melhora no humor. Afora esses benefícios, um estudo analisou o movimento corporal rotineiro e a sua associação com a criatividade, concluindo que a atividade física deixa o indivíduo mais criativo. 


Continue lendo este artigo para saber:


Quais fundamentos científicos permitem afirmar que o exercício físico deixa mais criativo?

Apesar de os mecanismos ainda não serem totalmente elucidados, diversas pesquisas indicam que o exercício físico desempenha um papel fundamental na estimulação do cérebro e na melhoria das funções cognitivas, incluindo a criatividade.


A explicação até o momento é que essas atividades levam a um aumento do fluxo sanguíneo para o cérebro, que fornece nutrientes essenciais e oxigênio, promovendo a neuroplasticidade e a formação de novas conexões neurais.


Além disso, a liberação de neurotransmissores como a dopamina e a serotonina durante a atividade física pode elevar o humor, reduzir o estresse e aumentar a motivação, fatores que contribuem para o pensamento criativo.

Quais são os efeitos do exercício físico na cognição?

Além de melhorar a performance esportiva, a prática de determinados movimentos corporais se relaciona com habilidades cognitivas, a exemplo do desenvolvimento de pensamentos e também da capacidade de criação. Ao aplicar o Teste de Torrance de Pensamento Criativo (TTCT), um estudo confirmou que o exercício físico deixa mais criativo e associou:


  • movimentos como andar, correr, deitar e sentar ao aumento da capacidade total de criação;

  • atividade física a diversos benefícios relacionados ao comportamento afetivo e à criatividade.


Vale ressaltar que o ambiente de realização dos estudos é controlado e, por isso, a extrapolação dos resultados para o ambiente cotidiano deve ser feita de forma cautelosa, mesmo após a validação dos métodos empregados.


O tipo de movimento realizado na atividade física interfere na criatividade?

Os dados encontrados nas pesquisas citadas indicam que o exercício físico, realizado em diferentes intensidades, tem um efeito positivo na capacidade das pessoas de serem mais criativas.


Isso sugere que a atividade física pode aumentar a criatividade, independentemente de fatores como sexo, idade e índice de massa corporal (IMC, um dos métodos de avaliação da composição corporal).


No entanto, exercícios de menor intensidade, como ficar deitado ou sentado, têm um efeito reduzido na capacidade de criação, levando à conclusão de que comportamentos sedentários não favorecem o desempenho cognitivo individual.



Além da criatividade, outros aspectos, como a fluidez de ideias e a originalidade, também estão positivamente associados à realização de movimentos corporais. Isso sugere que não apenas a quantidade, mas também a qualidade das ideias são afetadas quando o corpo está em movimento.

Qual a prática clínica relacionada ao exercício físico e à criatividade?

Ao considerar que o exercício físico deixa mais criativo, é preciso ressaltar que os comportamentos sedentários estão diretamente ligados ao desenvolvimento de desordens mentais, como ansiedade e depressão, que exercem um impacto negativo na saúde e no bem-estar dos indivíduos.


Portanto, é preciso promover e incentivar a mudança desses comportamentos na prática clínica. Sendo assim, o profissional de saúde pode encorajar seus pacientes a realizar pelo menos 300 minutos de atividade física por semana, conforme recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS).


Essa abordagem visa não apenas melhorar a qualidade de vida e a saúde geral do paciente, mas também estimular sua criatividade, destacando como o exercício físico pode deixar as pessoas mais criativas.


Como incorporar o exercício na rotina criativa de pacientes

Agora que você sabe que estudos científicos confirmam que o exercício físico deixa mais criativo, saiba que existem inúmeras maneiras de integrar atividades físicas à rotina. De caminhadas a sessões de ioga, cada indivíduo pode encontrar uma atividade que se alinhe com suas preferências e interesses, bem como combiná-la com a ingestão de alimentos funcionais.


Experimente propor a prática de exercícios ao ar livre para aproveitar os benefícios adicionais da natureza ou incorporar o movimento em sua prática criativa, como fazer um brainstorming durante uma corrida matinal.


A importância de propor aos pacientes um equilíbrio entre atividade física e processos criativos

Embora o exercício físico possa ser um poderoso catalisador para a criatividade, é essencial orientar seus pacientes sobre a importância de encontrar um equilíbrio saudável entre a prática destas atividades e os períodos de descanso e reflexão.


Para isso, é possível incentivar que os pacientes se deem uma pausa, a fim de que seu cérebro processe informações e faça conexões criativas de forma mais eficaz.



Continue consumindo conteúdos de valor sobre nutrição e saúde esportiva, assista ao vídeo do Arnold Conference Experience com o professor Antônio Arruda “Exercício Físico e Emagrecimento: Atualidades Científicas e Aplicações Práticas


Para médicos, nutricionistas e personais trainers, a necessidade de atualização é constante. Se você quer continuar a se desenvolver e se tornar uma referência em sua área de atuação, conheça a certificação em Medicina Esportiva, a iniciativa da Science que, em apenas 10 semanas vai mudar seu patamar profissional.


Referências  bibliográficas 

Rominger, C., Fink, A., Weber, B. et al. O movimento corporal cotidiano está associado à criatividade independentemente do afeto positivo ativo: uma abordagem de análise de mediação bayesiana. Sci Rep 10 , 11985 (2020). https://doi.org/10.1038/s41598-020-68632-9

Classifique este post

22 visualizações

Comments


bottom of page