top of page
  • Foto do escritorKcal da Science Play

O Primeiro Paciente de Todo Nutricionista: O Corredor de Rua

O primeiro paciente de todo nutricionista é, muitas vezes, o corredor de rua, um indivíduo determinado a superar seus próprios limites, a alcançar novos patamares de resistência e desempenho. E é nessa jornada desafiadora que a figura do nutricionista se torna indispensável, desempenhando um papel fundamental em todas as etapas: desde a preparação até a prova-alvo.


A importância do nutricionista nesse contexto vai além de simplesmente prescrever dietas balanceadas. Ele é um guia, um parceiro que segura nas mãos do corredor, fornecendo orientações precisas para garantir que a alimentação seja um aliado na conquista dos objetivos. Durante a preparação, o nutricionista é responsável por elaborar planos alimentares adequados às necessidades específicas do atleta, considerando não apenas a quantidade de calorias, mas também a proporção correta de macronutrientes e a adequação dos micronutrientes essenciais para o desempenho atlético e recuperação muscular.


Além disso, é imprescindível ressaltar a importância de uma assessoria especializada em corrida de rua. A escolha das distâncias a serem percorridas – seja 5, 10, 21 ou 42 quilômetros – requer um planejamento minucioso, levando em conta o condicionamento físico atual, os objetivos do atleta e o tempo disponível para treinamento. É importante que o profissional esteja preparado e tenha conhecimento a respeito do volume de treinos, distância, pace e tudo o que envolve o corredor, somente assim conseguirá realizar uma prescrição eficiente.


O fortalecimento muscular é outro aspecto crucial a ser considerado na preparação de um corredor de rua. Um corpo bem fortalecido não só melhora o desempenho durante a corrida, como também reduz o risco de lesões. Nesse sentido, a orientação de profissionais especializados em fisioterapia e treinamento funcional pode ser determinante para garantir que o atleta mantenha-se forte e resiliente ao longo de toda a temporada de corridas.


PERFORMANCE


Recomendação diária de ingestão de carboidratos

Intensidade

Tipo de exercício e duração

Recomendação diária

Leve

Exercício de intensidade baixa

3 a 5g/kg de peso

Moderada

Até 1 h

5 a 7g/kg de peso/

Alta

Endurance de 1 a 3h

6 a 10g por kg de peso

Muito alta

Extremos >4 a 5h por dia

8 a 12g por kg de peso

 

Recomendação de consumo de carboidrato pré treino e pré competição

Situação

Estratégia

Preparação para prova menos de 90min

7 a 12g/kg 24h antes

Superior a 90min

10 a 12g/kg 36 a 48h antes

Recuperação entre duas sessões de exercício com intervalo inferior a 8h

1 a 1,2g/kg de peso/hora nas primeiras 4 horas e em seguida retornar as recomendações diárias

Período que antecede exercícios com duração superior a 60min

1 a 4g/kg de peso a serem consumidos no intervalo proporcional de 1 a 4h antes do exercício

Recomendação de Carboidrato de acordo com a intensidade da corrida 

Intensidade

Duração

Recomendação

Leve

<45min

Não há necessidade

Moderada 

45 a 175min

Bochecho de carbo

Endurance

60 a 150min

30 a 60g/h

Ultraendurance

>150-180min

até 90 g/h


Hidratação


A água é de extrema importância para a saúde dos atletas e deve ser utilizada como a principal fonte de hidratação pelo menos 24 horas antes. Quanto mais hidratado o sangue estiver, mais eficientemente ele transportará os nutrientes. A importância da hidratação vai além de simplesmente manter as funções fisiológicas; é essencial para o desempenho.


Além da água, cinco suplementos são considerados essenciais para a performance dos atletas:


Cúrcuma: A cúrcuma é conhecida por suas propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes, que podem ajudar na recuperação muscular após treinos intensos. Atletas de corrida podem se beneficiar do consumo de cúrcuma para reduzir a inflamação decorrente do exercício e melhorar a saúde geral.


Ômega 3: Os ácidos graxos ômega 3 são essenciais para a saúde cardiovascular e podem ajudar os corredores a reduzir a inflamação, melhorar a função pulmonar e aumentar a resistência. Atletas que consomem ômega 3 regularmente podem experimentar uma recuperação mais rápida e uma redução no risco de lesões.


Creatina: A creatina é conhecida por aumentar a produção de energia durante exercícios de alta intensidade, como sprints. Atletas de corrida que incorporam creatina em sua dieta podem experimentar melhorias no desempenho durante treinos intensos e competições, além de uma recuperação mais rápida entre as sessões de treinamento.


Colágeno: O colágeno é uma proteína importante para a saúde das articulações, ligamentos e tendões. Corredores estão suscetíveis a lesões nessas áreas devido ao impacto repetitivo do exercício. O consumo de colágeno pode ajudar a fortalecer essas estruturas e reduzir o risco de lesões, além de promover uma recuperação mais rápida.


NAC (N-acetilcisteína): A NAC é um antioxidante que pode ajudar a reduzir o estresse oxidativo induzido pelo exercício e promover a recuperação muscular. Atletas de corrida que consomem NAC podem experimentar uma diminuição da fadiga muscular e uma recuperação mais rápida após treinos intensos, permitindo um treinamento mais consistente e eficaz.

Prática Clínica


Na prática clínica do nutricionista para corredores de rua, o profissional desempenha um papel fundamental em todas as etapas, oferecendo orientações precisas para uma alimentação adequada que potencialize o desempenho e a recuperação muscular. Isso inclui a elaboração de planos alimentares personalizados, considerando não apenas calorias, mas também macronutrientes e micronutrientes essenciais. Além disso, a colaboração com profissionais especializados em fisioterapia e treinamento funcional é crucial para fortalecer o atleta e reduzir o risco de lesões. Assim, a prática clínica do nutricionista na corrida de rua visa não apenas melhorar o desempenho, mas também promover a saúde geral do corredor.


Continue Estudando...




Sugestão de Estudo: Cápsulas de Sal no Endurance

Comments


bottom of page