top of page

O que são Adaptógenos e como podem beneficiar sua saúde

Os adaptógenos são compostos farmacologicamente ativos ou extratos vegetais de diferentes classes de plantas (por exemplo: Araliaceae—Panax ginseng, Eleutherococcus senticosus, Asteraceae—Rhaponticum carthamoides, Crassulaceae—Rhodiola rosea e Schisandraceae—Schisandra chinensis). Eles têm a capacidade de aumentar a estabilidade do corpo contra cargas físicas sem aumentar o consumo de oxigênio. A ingestão de adaptógenos está associada não apenas à melhor capacidade do corpo de se adaptar ao estresse e manter/normalizar funções metabólicas, mas também com melhor desempenho mental e físico.



Table of Contents


Classes de adaptógenos 


Existem duas classes principais de adaptógenos. A primeira classe inclui adaptógenos vegetais, enquanto o outro inclui adaptógenos sintéticos, também chamados de actoprotetores. Embora os adaptógenos de plantas tenham sido usados por pessoas desde os tempos antigos, o termo “adaptógeno” é relativamente novo – foi introduzido em 1947 pelo cientista soviético Lazarev. Define adaptógenos como substâncias que causam resistência não específica dos organismos vivos. 


Efeitos Biológicos e Mecanismo de Ação


Os efeitos biológicos dos adaptógenos vegetais estão relacionados ao complexo de compostos biologicamente ativos que eles contêm. Os adaptógenos vegetais têm uma composição fitoquímica muito rica. Alguns dos fitoquímicos mais importantes com propriedades adaptogênicas são: saponinas triterpenóides (em Panax ginseng — ginsenosídeos; em Eleutherococcus senticosus — eleuterosídeos); fitoesteróis e ecdisona (em Rhaponticum carthamoides); lignanas (em Schisandra chinensis); alcalóides; flavonóides, vitaminas, etc.


O mecanismo de ação dos adaptógenos vegetais é complexo e não totalmente compreendido. Estudos recentes relatam que a ingestão de adaptógenos vegetais como extratos de raiz de Eleutherococcus senticosus, raiz de Schisandra chinensis, raiz de Rhodiola rosea afetar o eixo hipotálamo-hipófise-adrenal e alguns mediadores de estresse. Além disso, a ingestão de tais extratos afeta os níveis de óxido nítrico, lactato, glicose no sangue, cortisol, perfil lipídico plasmático, enzimas hepáticas, entre outros.  


Os usos atuais e potenciais dessas plantas medicinais estão associados a doenças mentais e distúrbios comportamentais, funções cognitivas e doenças induzidas por estresse (ansiedade, doenças cardiovasculares, diabetes). Além disso, a ingestão de adaptógenos vegetais não está associada a efeitos colaterais graves. 


Continue Estudando...





Referências Bibliográficas 


TODOROVA, Velislava; IVANOV, Kalin; DELATTRE, Cédric; NALBANTOVA, Vanya; KARCHEVA-BAHCHEVANSKA, Diana; IVANOVA, Stanislava. Plant Adaptogens—History and Future Perspectives. Nutrients, [S.L.], v. 13, n. 8, p. 2861, 20 ago. 2021. MDPI AG.

Komentáře


Komentáře byly vypnuty.
bottom of page