top of page

Ovo de Páscoa Rico em Fibras

Com a chegada da Páscoa, é comum as pessoas se renderem aos ovos de chocolate. No entanto, muitas vezes esses doces são ricos em açúcar e gorduras, prejudicando a saúde. Pensando nisso, trazemos uma receita de ovo de Páscoa rico em fibras, que além de delicioso, é mais saudável.

Os ingredientes escolhidos para essa receita são a chia, aveia em flocos e castanhas picadas. Todos eles são ricos em fibras, nutrientes essenciais para o bom funcionamento do nosso organismo, pois ajudam a regular o trânsito intestinal, reduzem a absorção de açúcar no sangue e aumentam a sensação de saciedade.

O chocolate amargo com 70% de cacau é uma excelente opção para quem deseja um chocolate mais saudável. Ele contém menos açúcar e mais cacau, que é rico em antioxidantes e possui propriedades anti-inflamatórias.

Essa receita é fácil de preparar e pode ser uma ótima opção para presentear ou consumir com a família. Além disso, é uma opção mais saudável para quem não quer abrir mão do chocolate na Páscoa.

Ingredientes:

  1. 200g de chocolate amargo com 70% de cacau

  2. 1/4 de xícara de chia

  3. 1/4 de xícara de aveia em flocos

  4. 1/4 de xícara de castanhas picadas (amêndoas, nozes, castanha-do-pará, etc.)

Modo de preparo:

  1. Pique o chocolate em pedaços pequenos e derreta em banho-maria ou no micro-ondas, mexendo de vez em quando para evitar que queime.

  2. Quando o chocolate estiver completamente derretido, adicione a chia, a aveia e as castanhas picadas. Misture bem.

  3. Despeje a mistura em uma forma de ovo de Páscoa e leve à geladeira por cerca de 30 minutos, ou até que esteja firme.

  4. Retire da forma e embale como preferir.



Table of ContentsToggle

O que é a Fibra Dietética? 

A fibra dietética consiste em formas não digeríveis de carboidratos, geralmente como polissacarídeos que se originam de alimentos à base de plantas. A classificação da fibra dietética também decorre da solubilidade em água. Em linhas gerais, existem dois principais tipos de fibras alimentares: solúveis e insolúveis. As principais fontes de fibras solúveis são frutas e legumes. Por outro lado, folhosos, cereais e produtos integrais fornecem fontes de fibras insolúveis. No entanto, a maioria dos alimentos ricos em fibras naturalmente disponíveis contêm quantidades variáveis de fibras solúveis e insolúveis. Embora a fermentação (através da ação da microbiota intestinal) da maior parte das fibras alimentares ocorra dentro no trato gastrointestinal até certo ponto, a fermentação da fibra solúvel tende a ocorrer mais prontamente do que para fibras insolúveis.

Os Benefícios da Fibra Alimentar

Muitas evidências suportam um papel importante para a ingestão de fibras dietéticas como contribuinte para saúde metabólica geral, através de vias-chave que incluem a sensibilidade à insulina. Além disso, existem associações claras entre a ingestão de fibras dietéticas e múltiplas patologias que incluem doenças cardiovasculares, saúde do cólon, motilidade intestinal e risco de câncer colorretal. 

A microbiota intestinal funciona como um importante mediador dos efeitos benéficos da fibra dietética, incluindo a regulação do apetite e processos metabólicos e vias inflamatórias crônicas. Muitos fatores contribuem para o empobrecimento da ingestão de fibras alimentares na população ocidental. Infelizmente, há uma habituação de muitos de nós aos nossos ambientes modernos, estilos de vida, dietas e comportamentos relacionados com a alimentação.

Páscoa Saudável 

Um ovo de páscoa rico em fibras pode ser uma ótima opção para aqueles que desejam desfrutar da Páscoa, sem comprometer a saúde do sistema digestivo. Com a adição de ingredientes ricos em fibras, é possível desfrutar de um sabor delicioso e satisfatório, enquanto obtém benefícios para a saúde. Além disso, é importante lembrar que a moderação é fundamental em todas as áreas da alimentação, inclusive durante esta data comemorativa. Portanto, desfrute com responsabilidade e equilíbrio, e aproveite a celebração com sua família e amigos!

Referências Bibliográficas

Sugestão de estudo: Fibras

Assista o vídeo na Science Play com Ana Carolina Franco: GLP-1 no tratamento da obesidade: Como os prebióticos podem ajudar?

Artigo: Fibras dietéticas – Barber TM, Kabisch S, Pfeiffer AFH, Weickert MO. The Health Benefits of Dietary Fibre. Nutrients. 2020;12(10):3209. Published 2020 Oct 21. doi:10.3390/nu12103209

Classifique esse post

1 visualização

Comments


bottom of page