top of page

Medicamentos Fitoterápicos de Passiflora: Papel no Tratamento da Ansiedade

A ansiedade é um transtorno cada vez mais comum na sociedade moderna, afetando milhões de pessoas em todo o mundo. Embora existam muitos medicamentos sintéticos disponíveis para tratar a ansiedade, muitos indivíduos estão buscando alternativas mais naturais e holísticas. Uma dessas alternativas é o uso de medicamentos fitoterápicos à base de Passiflora, uma planta conhecida por suas propriedades ansiolíticas.



Table of ContentsToggle

Passiflora e Ansiedade

As espécies de Passiflora têm sido amplamente utilizadas para tratar a ansiedade desde os tempos antigos. A espécie mais conhecida e utilizada é a Passiflora incarnata L., presente em muitas Farmacopeias e amplamente utilizada nas indústrias de alimentos, cosméticos e farmacêutica. No entanto, existem cerca de 600 espécies do gênero Passiflora e provavelmente outras espécies que podem ser utilizadas com segurança.

No Brasil, os produtos registrados e/ou patenteados contendo extratos de Passiflora incluem apenas um pequeno número de espécies, com destaque para P. incarnata e P. alata. Entre os 86 produtos registrados no Brasil como “Passiflora“, aqueles que contêm P. incarnata em formulações únicas ou em combinação com outros ingredientes representam 63% do total, sugerindo que esta espécie é a mais comumente utilizada em medicamentos. Em outros países, P. incarnata também é selecionada como o principal componente em formulações naturais de medicamentos ansiolíticos, devido ao seu longo histórico de uso. 

Os medicamentos fitoterápicos à base de Passiflora oferecem uma abordagem natural para o tratamento da ansiedade, proporcionando uma alternativa aos medicamentos sintéticos. No entanto, é importante que esses produtos sejam desenvolvidos e utilizados com base em evidências científicas sólidas, garantindo a eficácia e a segurança para os indivíduos que buscam alívio da ansiedade de forma mais natural.

Mecanismos de Ação do Passiflora

Os constituintes químicos responsáveis pela atividade ansiolítica da Passiflora ainda não são totalmente compreendidos, mas a maioria dos trabalhos publicados sugere que substâncias fenólicas, especialmente a classe dos flavonoides, estão relacionadas a essa propriedade. O mecanismo de ação provavelmente está relacionado à modulação do sistema do ácido γ-aminobutírico (GABA), porque os flavonóides de Passiflora são agonistas parciais dos receptores GABA e inibem a captação de [3H]-GABA nos sinaptossomos corticais de ratos. 

Os flavonóides como ligantes do receptor GABA, incluindo apigenina e crisina se ligam ao sítio de ligação do benzodiazepínico do receptor GABA, exibindo atividade ansiolítica, sem evidenciar efeitos sedativos e relaxantes musculares. Ensaios in vitro demonstraram que o flavonóide crisina tem afinidade pelos receptores benzodiazepínicos e que aumenta a hipnose induzida por pentobarbital e reduz a atividade locomotora em camundongos após administração intraperitoneal de 30,0 mg/kg de peso corporal. Isso é reforçado por estudos que indicam que a pré-administração de flumazenil, um antagonista do receptor GABA, atenua os efeitos ansiolíticos do maracujá como o diazepam. 

Prática Clínica

O uso de medicamentos fitoterápicos à base de Passiflora para o tratamento da ansiedade tem despertado um interesse crescente. O uso desses medicamentos podem ser utilizados como uma opção natural e segura. A vantagem dos fitoterápicos de Passiflora é que eles geralmente apresentam menos efeitos colaterais em comparação com os medicamentos sintéticos, além de terem um perfil favorável de tolerância. No entanto, é importante ressaltar que cada paciente é único, e a abordagem terapêutica deve ser personalizada de acordo com suas necessidades individuais. Os profissionais capacitados para a prescrição devem estar atualizados sobre as evidências científicas mais recentes e seguir diretrizes claras ao prescrever esses medicamentos fitoterápicos, garantindo a segurança e eficácia no tratamento da ansiedade.

Referências Bibliográficas 

Assista o vídeo na Science Play com Leandro Medeiros: Fitoterápicos no manejo de estados de ansiedade 

Artigo: Passiflora e ansiedade – da Fonseca LR, Rodrigues RA, Ramos AS, et al. Herbal Medicinal Products from Passiflora for Anxiety: An Unexploited Potential. ScientificWorldJournal. 2020;2020:6598434. Published 2020 Jul 20. doi:10.1155/2020/6598434

Classifique esse post

3 visualizações

Comments


bottom of page