top of page

Síndrome do Intestino Irritável



Table of ContentsToggle

O que é?

A Síndrome do Intestino Irritável (SII) é uma das doenças mais comuns do trato gastrointestinal, e é caracterizada por dor e desconforto abdominal crônico e recorrente. A causa é normalmente multifatorial e a prevalência mundial estimada é de 10 a 15%. Pode ter os primeiros sintomas na infância, mas normalmente começa a se manifestar no começo da vida adulta. As mulheres normalmente são mais afetadas que os homens, na proporção de 2:1, e cerca de metade dos afetados buscam cuidados médicos.

Como funciona a Síndrome do Intestino Irritável?

É uma doença com a causa ainda não elucidada, mas já se viu uma relação bem importante do eixo intestino-cérebro. Observa-se que estressores psicossociais normalmente precedem os sintomas, e quando o paciente é tratado com terapias direcionadas ao sistema nervoso central, é percebida melhora no quadro. Algumas das possíveis causas incluem desregulação da motilidade intestinal, hipersensibilidade visceral, inflamação, microbiota desregulada, sensibilidade alimentar, genética e disfunção psicossocial.

Como diagnosticar Síndrome do Intestino Irritável?

O diagnóstico é feito pelo critério Roma IV. Para que o paciente seja diagnosticado com SII, é preciso que ele tenha dor abdominal recorrente em média 1x por semana nos últimos 3 meses, com início dos sintomas pelo menos 6 meses antes do diagnóstico. Os critérios também exigem que o paciente tenha dor abdominal em associação com pelo menos 2 dos seguintes: 

  1. Defecação (melhora ou piora da dor) 

  2. Mudança na frequência das fezes 

  3. Mudança na forma das fezes (aparência).

Tratamento da SII

A principal linha de tratamento vai de encontro com mudanças dietéticas no sentido de diminuir os FODMAPs, ou seja, oligossacarídeos fermentáveis, dissacarídeos, monossacarídeos e polióis, e também da redução da lactose. Esses alimentos são produtores de gás, então a retirada deles da dieta reduz a distensão gasosa e alivia a dor. Alguns dos alimentos excluídos da dieta desse paciente são feijão, carne de porco, repolho, brócolis, couve de Bruxelas, gérmen de trigo, alto teor de carboidratos, frutose, glúten da dieta. Pode-se avaliar o caso e recomendar a suplementação com probióticos, a fim de repovoar o intestino com bactérias benéficas / eficientes e de reduzir os sintomas de inchaço.

Referências

Artigo: Defrees DN, Bailey J. Irritable Bowel Syndrome: Epidemiology, Pathophysiology, Diagnosis, and Treatment. Prim Care. 2017 Dec;44(4):655-671. doi: 10.1016/j.pop.2017.07.009.

Classifique esse post

4 visualizações

コメント


bottom of page