top of page

Senolíticos: Revolução contra o Envelhecimento

A morte pode ser programada pela nossa fisiologia e, hoje, sabemos que existem meios para aumentar a expectativa de vida. Tendo isso em vista, os senolíticos são a chave para a melhora da longevidade. Dentro das questões fisiológicas, podemos citar como exemplo  como as disfunções mitocondriais, que também estão presentes nas células senolíticas.


Senescência 


As células senescentes envolvem a resposta celular a danos moleculares não resolvidos, gerando efeitos tóxicos e promovendo a secreção persistente de moléculas que prejudicam a função e o remodelamento do tecido ou órgão. Essas células produzem substâncias chamadas SASP (fenótipo secretor associado ao estado senescente). Dependendo da duração do programa de senescência e da resposta SASP, os efeitos podem ser benéficos ou prejudiciais. Assim, elas não são heroínas nem vilãs, pois a longevidade e o reparo tecidual dependem do equilíbrio entre a reparação celular e a presença de células senescentes.


Envelhecer é inevitável, mas a maneira como envelhecemos é uma responsabilidade médica para com os pacientes. A inflamação crônica de baixo grau, a disfunção macromolecular (disfunção nas organelas) e a disfunção imunológica nas células-tronco e progenitoras contribuem para a senescência celular. Os grandes vilões da longevidade são: inflamação crônica (inflammaging), encurtamento dos telômeros, depleção de NAD+ e, principalmente, disfunção mitocondrial. Esses mecanismos de envelhecimento são grandes contribuintes para o aumento das doenças crônicas.


Ciclo da Longevidade


É preciso atentar-se ao ciclo vicioso entre estresse oxidativo, disfunção mitocondrial e telômeros, pois o controle desse ciclo nos trará longevidade. Independentemente da doença ou diagnóstico, o foco deve estar primeiramente nas mitocôndrias, uma vez que elas são essenciais para nossa saúde. Sua disfunção ocorre com o envelhecimento, juntamente com a diminuição da eficiência bioenergética mitocondrial, a redução da biogênese e o desequilíbrio entre fusão/fissão e mitofagia. 


Durante o processo de senescência, o tamanho e o número de mitocôndrias diminuem. Dessa forma, a disfunção mitocondrial está ligada à perda de músculo esquelético devido a doenças, envelhecimento e inatividade prolongada. A estratégia na mudança do estilo de vida é o principal foco que irá mudar todos esses processos e seus malefícios. As células SASP têm grande influência negativa em diversos processos.


Senolíticos


Senolíticos são uma classe de compostos que eliminam seletivamente células senescentes, como Dasatinibe, Quercetina, Fisetina e Navitoclax. Esses agentes podem eliminar as células senescentes e promover a regeneração das células normais. Além disso, as terapias senolíticas visam a longevidade, reduzindo, prevenindo ou aliviando a fragilidade, o câncer e diferentes doenças crônicas, como cardiovasculares, renais e hematológicas. A ação senolítica também pode atuar como antioxidante no controle da senescência de células musculares, promovendo a formação de nichos de células inflamatórias e fibróticas em músculos danificados.


Os principais ativos/agentes senolíticos são:


  • Quercetina - reduz as células senescentes, diminui os focos inflamatórios e atua na modulação da microbiota.

  • Fisetina - seu principal benefício é que seus efeitos antiproliferativos e pró-apoptóticos são limitados às células cancerosas, indicando uma boa seletividade entre células saudáveis e cancerosas.

  • Panax notoginseng + Rosa roxburghii - aumentam a resistência, a energia e melhoram o tempo de recuperação em exercícios físicos e atividades físicas de intensidade moderada a alta.


Fórmulas de Senolíticos


O Senactiv é o primeiro senolítico esportivo que eleva a resistência, a recuperação e a energia durante o exercício. Existem duas fórmulas do Senactiv, sendo elas:

  1. Urolita 500mg + S7 50mg + Ripfactor 650mg - posologia: tomar 1 dose 1 hora antes do treino por 2 meses;

  2. Niagen 100mg + Resvitech 50mg + Cureit 250mg + Terminuric 250mg + N-acelticisteína 600mg + metilselenocisteína 100mg + Zn quelado 15mg + Silibin 190mg - posologia: tomar 1 dose/dia por 2 meses.


Por outro lado, em relação aos Bioativos injetáveis, o Kit Senolítico inclui:


  • 1 ampola de B-MonoNucleotídeo de Nicotinamida 100mg…1ml;

  • 1 ampola de Nanomicelas de Resveratrol 10mg… 1ml;

  • 1 ampola de Nanomicelas de Tocoferóis (1%) 10mg… 1ml;

  • Lidocaína (2%) 20mg/1ml - opcional;

  • Uso: Aspirar o conteúdo das ampolas e aplicar lentamente metade do volume em cada músculo ventroglúteo.


Acrescentar qualidade de vida aos anos é o objetivo principal. Exercícios físicos, com ênfase em força e resistência, combinados com uma abordagem nutricional baseada na restrição calórica, no consumo de fontes naturais de alimentos e suplementação antioxidante, são fundamentais para a longevidade. É importante lembrar que a mudança começa de dentro para fora. Ao se transformar internamente, a vida se transforma externamente, proporcionando uma longevidade mais saudável.


Prática Clínica


No consultório, o médico deve se atentar aos mecanismos envolvidos na senescência celular, como disfunções mitocondriais e a influência das células senescentes na saúde global, discutindo, se necesário, estratégias de mudança de estilo de vida, incluindo exercícios físicos, nutrição balanceada e suplementação antioxidante. Além disso, o médico pode informar sobre a disponibilidade de senolíticos, como o Senactiv, que promovem a eliminação seletiva de células senescentes e podem contribuir para a melhora da qualidade de vida e longevidade.


Continue Estudando...





Referências Bibliográficas


KUDLOVA, Natalie; SANCTIS, Juan Bautista de; HAJDUCH, Marian. Cellular Senescence: molecular targets, biomarkers, and senolytic drugs. International Journal Of Molecular Sciences, [S.L.], v. 23, n. 8, p. 4168, 10 abr. 2022. MDPI AG.

Comments


bottom of page