top of page
  • Foto do escritorKcal da Science Play

Tecnologia a Favor da Carreira na Nutrição

Na Sala Nutrição Brasil, o nutricionista Valentim Magalhães palestrou dissertou o tema “Tecnologia a favor da carreira na nutrição”.


O atendimento remoto na pandemia não apenas cresceu, mas também se consolidou como uma prática em ascensão. A telemedicina, quando associada à nutrição, oferece uma série de benefícios, incluindo maior acessibilidade e conveniência para os pacientes. Além disso, permite intervenções em tempo real e a coleta e análise de dados relevantes para o acompanhamento da saúde.


No entanto, é importante ressaltar que a eficácia desse modelo de atendimento depende de uma infraestrutura adequada. Isso inclui a verificação da qualidade da conexão à internet, garantindo que o profissional de saúde e o paciente possam se comunicar sem interrupções. Além disso, é fundamental que a equipe de saúde esteja preparada e alinhada com essa nova abordagem de atendimento.



Table of Contents


Inteligência Artificial


A aplicação da inteligência artificial (IA) e do aprendizado de máquina (machine learning) na nutrição é uma tendência promissora. Essas tecnologias possibilitam identificar padrões dietéticos e o fornecimento de recomendações nutricionais personalizadas, considerando as necessidades individuais de cada paciente.


A inteligência artificial é uma simulação de habilidades humanas realizada por máquinas, enquanto o machine learning é um subcampo da inteligência artificial que permite que sistemas aprendam com dados, identifiquem padrões e tomem decisões com pouca intervenção humana. Exemplos notáveis de empresas que utilizam essas tecnologias incluem Netflix, Amazon, Chat GPT e o Bard. No entanto, o sucesso na aplicação dessas inteligências artificiais depende da forma como são utilizadas.


Nutricionista vs. Inteligência Artificial

Existem diferenças significativas entre os seres humanos e as IAs. Os seres humanos têm uma capacidade de aprendizado flexível, contexto e criatividade, enquanto a inteligência artificial se destaca pela velocidade e precisão. No entanto, as IAs carecem de empatia e inteligência emocional, características humanas essenciais no cuidado com os pacientes.


Prática Clínica


É crucial que o nutricionista reconheça que cada indivíduo reage de forma única aos alimentos, o que torna as dietas personalizadas uma estratégia eficaz para modificar a glicose elevada no sangue e suas consequências metabólicas. Portanto, o conceito de “uma dieta serve para todos” não é mais a abordagem correta nos dias de hoje.


Por outro lado, os wearables, como os smartwatches, desempenham um papel crescente na saúde e podem ser auxiliares dos profissionais de saúde. Eles medem batimentos cardíacos, pressão arterial, atividade física e calorias queimadas, fornecendo um monitoramento contínuo. Além disso, incentivam a adesão à dieta, oferecem feedback em tempo real e motivam os pacientes a se engajarem em seu próprio bem-estar.


Matéria elaborada pela colunista Sofia Marcocci Oliveira, com base na palestra do nutricionista Valentim Magalhães.

コメント


コメント機能がオフになっています。
bottom of page