top of page

Vitamina A e Ritmos Biológicos: Qual a relação?

A vitamina A é essencial para a função cerebral e apresenta um papel importante na visão, imunidade e reprodução. Dados presentes na literatura demonstraram que o ácido retinóico (AR), a forma bioativa da vitamina A, está envolvido na regulação de várias respostas intracelulares relacionadas aos ritmos biológicos. Relata-se que o AR afeta o ritmo circadiano ligando-se aos receptores de AR, como os receptores nas alças de retroalimentação circadiana no núcleo supraquiasmático dos mamíferos.

 Esta vitamina lipossolúvel foi a primeira descrita na literatura e é encontrada principalmente em produtos de origem animal ou convertida de carotenóides dietéticos a partir de produtos vegetais, sendo que existem duas formas de vitamina A na dieta humana, ou seja,  a pré-formada (geralmente de produtos de origem animal) e a provitamina A (incluindo beta-caroteno, geralmente de alimentos derivados de plantas), ambas possuem um grupo de derivados que inclui o retinol, retinal, ácido retinóico e alguns carotenóides conforme diferentes grupos funcionais terminais. Comumente, a vitamina A refere-se ao retinol, enquanto o retinóide refere-se a um termo geral que inclui metabólitos e compostos da vitamina A que exibem atividades biológicas semelhantes à vitamina A.

Além disso, após absorvidas no intestino, a vitamina A pré-formada e a provitamina A são convertidas em retinol e então oxidadas para formar retinal e AR que apoiam o processo biológico e são armazenadas na forma de éster de retinil no fígado que, quando necessário utilizá-la novamente, é convertida em retinol. Vale destacar que esses derivados da vitamina A são metabolizados pelas enzimas da família CYP26 juntamente com seus derivados, estando envolvida na regulação de diversas atividades da vida, incluindo proliferação e diferenciação celular, visão, reprodução, embriogênese e função imunológica.

Apesar de que a vitamina A esteja presente na composição de uma variedade de alimentos, sua deficiência ainda é um problema observado em vários países subdesenvolvidos ao redor do mundo. Com isso, a deficiência de vitamina A (DVA) está associada está associada a uma via de sinalização anormal do AR,  por exemplo, estudo mostra que uma dieta com deficiência de vitamina A reduziu a expressão dos receptores do ácido retinóico e os receptores X retinóides.



Table of ContentsToggle

Ritmos Biológicos e as Funções Fisiológicas da Vitamina A

Os ritmos biológicos regulam vários processos fisiológicos, bioquímicos e comportamentais nos organismos vivos. Ou seja, eles agem com um “temporizador”, assim podem apresentar influência sobre o ciclo sono-vigília, temperatura corporal e pressão arterial. Dentre os ritmos biológicos, o ritmo circadiano é o mais conhecido.

Sendo assim, o sistema circadiano pode ser dividido em relógio central e relógio periférico. No que se trata ao central, seu controle se dá pelo núcleo supraquiasmático, enquanto o  periférico é composto por osciladores periféricos que estão localizados em vários tecidos periféricos. Ainda assim, vale destacar que o central pode conduzir ou sincronizar o ritmo periférico por meio de vias neuro-humorais, ao mesmo tempo que o ritmo periférico pode afetar e regular o ritmo central por meio de atividades periódicas, como dieta diária e sono. Em suma, trata-se de uma via bidirecional.

Por outro lado, quando relacionamos os ritmos biológicos e a vitamina A, observamos que várias associações foram feitas em diferentes organismos como insetos, pássaros e mamíferos. Com isso, a literatura aponta que a vitamina A pode afetar os ritmos biológicos, sendo que alguns estudos exploraram a possibilidade da correlação entre vitamina A ou carotenóides e ritmicidade biológica ou cronotipo. Tais estudos também constataram que níveis baixos de ingestão de vitamina A estão associados a ciclos de vigília-sono perturbados, ao passo que a suplementação de um composto carotenóide natural, a crocetina, melhorou o tempo e a qualidade do sono. 

No que se trata dos loops de feedback de transcrição-tradução, embora necessite de mais pesquisas para determinar ao certo o papel da vitamina A na regulação dos ritmos biológicos, alguns estudos descobriram que a DVA ou a suplementação de vitamina A após a deficiência podem afetar a expressão de vários genes do relógio biológico por meio de receptores e proteínas AR nucleares. Sendo estes, possivelmente, os mecanismos potenciais subjacentes aos efeitos da DVA sobre o ritmo biológico. 

Vitamina A e Alterações na Recepção do Sinal de Luz

A literatura demonstra a vitamina A sendo essencial para o funcionamento fisiológico normal dos olhos além da DVA ser capaz de afetar os ritmos biológicos por influenciar na recepção dos sinais luminosos, visto que estes são recebidos pela retina e transmitidos ao núcleo sarcoplasmático por meio de um processo de fotoarrastamento. Este último, por sua vez, envolve um tipo de células ganglionares da retina intrinsecamente fotossensíveis, cujos axônios podem ser enviados para o SNC, tornando tais célular um potencial fotorreceptor para sincronizar o relógio biológico com o ciclo ambiental de luz do dia. Dessa forma, em quadros de deficiência de vitamina A, o ácido retinóico e a formação retiniana podem ser prejudicadas.

Prática Clínica

Clinicamente, é importante que nutricionistas em suas prescrições dietéticas atentem-se aos níveis de vitamina A a fim de mantê-los dentro das faixas estabelecidas para suprir as necessidades diárias dos indivíduos. Além disso, mesmo que o AR seja o principal metabólito ativo da vitamina A e o DVA esteja inevitavelmente associado à via de sinalização anormal da AR, não se descarta a possibilidade de existirem outros fatores capazes de afetar as funções das vias de sinalização da AR e DVA.

Referências Bibliográficas

Artigo Vitamina A e ritmos biológicos: Guo X, Wang H, Xu J, Hua H. Impacts of vitamin A deficiency on biological rhythms: Insights from the literature. Frontiers in Nutrition. 2022;9. doi:https://doi.org/10.3389/fnut.2022.886244

Classifique esse post

1 visualização

Comentarios


bottom of page