top of page

Vitaminas do Complexo B e Depressão: Qual a relação?

Depressão é um transtorno psicológico comum ultimamente que representa uma grande parte dos problemas de saúde atuais. Ela causa vários sintomas físicos e emocionais, como tristeza persistente, perda de interesse, fadiga, falta de energia, distúrbios do sono e sentimentos de culpa ou inutilidade.

Apesar disso, os indivíduos podem apresentar um sintoma ou vários, os quais também variam de intensidade. Essa condição é tratável com fármacos e terapia, os quais são recomendados de acordo com a variedade de sintomas. Dessa forma, os pacientes conseguem uma melhora na qualidade de vida.

Por outro lado, as vitaminas do complexo B são obtidas através da dieta e são essenciais para a produção de neurotransmissores. A deficiência desses micronutrientes, em especial B6, B9 e B12, tem sido relacionada a vários distúrbios psicológicos, como depressão, ansiedade e estresse. Leia abaixo para entender mais.



Table of ContentsToggle

Mecanismo de Ação das Vitaminas do Complexo B

Primeiramente, a vitamina B6 (piridoxina) está envolvida na produção de proteínas que agem sobre os neurotransmissores serotonina e dopamina, os quais são fundamentais para a regulação do humor e do prazer. Assim, a deficiência dessa vitamina pode contribuir para os sintomas de depressão e ansiedade.

Já o ácido fólico (vitamina B9), é um dos precursores do metilfolato, o qual atua no DNA e no RNA, promovendo a síntese de novas proteínas. Desse modo, ele auxilia na produção de serotonina, dopamina e noradrenalina, aumentando a disponibilidade dos neurotransmissores a serem repassados entre os neurônios.

Por fim, a vitamina B12 (cobalamina) é de extrema importância para o sistema nervoso, pois possui um papel importante na produção e preservação da mielina. Essa substância reveste os nervos, promovendo a comunicação eficaz entre os neurônios. A sua deficiência pode agravar os sintomas de depressão, além de gerar fadiga e falta de concentração.

Prática Clínica

O nutricionista deve avaliar os exames de sangue de cada paciente para averiguar se os valores das vitaminas do complexo B estão abaixo do valor recomendado ou não. Caso estejam, a prescrição dietética deve conter alimentos ricos nessas vitaminas, como carne, peixe, frango, banana, melancia, ovos, leite e queijos. Por fim, outra opção é a suplementação em cápsula, sendo as doses individuais para cada paciente.

Referências Bibliográficas

Artigo: MAHDAVIFAR, Baharak; HOSSEINZADEH, Mahdieh; SALEHI-ABARGOUEI, Amin; MIRZAEI, Masoud; VAFA, Mohammadreza. Dietary intake of B vitamins and their association with depression, anxiety, and stress symptoms: a cross-sectional, population-based survey. Journal Of Affective Disorders, [S.L.], v. 288, p. 92-98, jun. 2021. Elsevier BV. http://dx.doi.org/10.1016/j.jad.2021.03.055.

Classifique esse post

54 visualizações

Comments


bottom of page