top of page
  • Foto do escritorKcal da Science Play

A fórmula da longevidade foi encontrada?

A busca pela fórmula da longevidade é um assunto que desperta grande interesse na sociedade. E não é para menos, afinal, quem não quer viver mais e melhor? 

Jean-Marie Robine, pesquisador francês especializado em demografia e longevidade, é um dos estudiosos que têm se dedicado a investigar a capacidade dos seres humanos viverem por mais tempo.



Table of ContentsToggle

O estudo sobre longevidade de Robine

Robine é um um pesquisador que investiga a vida de supercentenários, ou seja, pessoas que vivem até os 110 anos ou mais. Ele acredita que, para responder à grande questão sobre se há um limite máximo para a vida humana, é preciso olhar para o conjunto de indivíduos que alcançam idades extremamente avançadas. Para isso, ele usa uma abordagem estatística, analisando dados sobre a idade e a mortalidade dos centenários.

Ainda que muitas pessoas procurem respostas sobre a longevidade na vida dos supercentenários, Robine acredita que essa é uma abordagem equivocada. Para ele, é preciso olhar para a coletividade e não apenas para casos isolados. Afinal, cada pessoa é única e tem sua própria história, então não é possível estabelecer uma fórmula única para a longevidade. 

Além disso, outros estudos sugerem que há um limite para a expectativa de vida humana. Uma pesquisa conduzida por Jan Vijg, da Faculdade de Medicina Albert Einstein, em Nova York, concluiu que a taxa de mortalidade começa a aumentar rapidamente após os 100 anos, o que colocaria um limite na longevidade humana em torno de 125 anos. Já outra pesquisa, liderada por Elisabetta Barbi, da Universidade de Roma, chegou a uma conclusão oposta, indicando que a taxa de mortalidade aumenta exponencialmente até os 80 anos e depois se estabiliza.

Independentemente da existência ou não de um limite máximo para a longevidade humana, o fato é que cuidar da saúde é fundamental para viver mais e melhor. Praticar exercícios físicos, ter uma alimentação balanceada, evitar vícios como o tabagismo e o consumo excessivo de álcool e manter uma vida social ativa, são alguns dos hábitos que podem contribuir para uma vida longa e saudável.

A busca pela longevidade

A busca pela longevidade sempre foi um desejo humano. Desde a antiguidade, pessoas têm procurado por maneiras de prolongar suas vidas, e essa busca continua até os dias de hoje. Nos últimos anos, tem havido um grande interesse na possibilidade de encontrar uma fórmula para a longevidade.

Assim, muitos estudos foram realizados para descobrir se existe uma fórmula mágica para prolongar a vida. No entanto, ainda não há uma resposta definitiva para essa pergunta. Embora a ciência tenha feito avanços significativos na compreensão do processo de envelhecimento, ainda não encontramos uma solução definitiva para a longevidade. Ou seja, ainda não existe uma “fórmula da longevidade”, mas sem sombra de dúvidas, alguns hábitos como uma alimentação balanceada com predominância de alimentos saudáveis, a prática regular de exercício físico, a qualidade dos relacionamentos, o nível de estresse e ansiedade, além do sono, são pilares fundamentais para a promoção da longevidade.

Referências Bibliográficas

Assista o vídeo na Science Play com Denise de Carvalho: Intestino como pilar da longevidade saudável 

Artigo na íntegra: The quest for longevity

Classifique esse post

5 visualizações

Comments


bottom of page