top of page
  • Foto do escritorKcal da Science Play

Vitamina D além das DRIs: Benefícios e importância para a saúde

A vitamina D,  é uma das 4 vitaminas lipossolúveis presentes no organismo. As suas inúmeras funções revelam a sua importância para o bom funcionamento do metabolismo, na produção de hormônios e também no sistema respiratório.  Mas, será que, os valores preconizados pelas DRIs são suficientes, na prática clínica? Veja mais a seguir. 



Table of ContentsToggle

Como pode ser é obtida?

De início, a vitamina D, pode ser obtida através da conversão da luz ultravioleta (UV), advinda do sol, na pele. Tal vitamina, também é considerada um hormônio, e desempenha relevantes funções no organismo humano. Além disso, também pode ser obtida através da ingestão de alguns alimentos, porém em quantidades ínfimas. 

Exposição solar vs. Status de Deficiência

Ademais, diversos processos afetam a produção endógena de vitamina D. Assim, no cenário atual, cuja exposição solar é cada vez mais reduzida, e também a utilização constante de protetores solares de alta cobertura, afetam diretamente a conversão da pré-vitamina na pele. Logo, grande parte da população está em risco de desenvolver níveis de deficiência. 

Acompanhamento dos Níveis de Vitamina D Através de Exames 

No mais, não apenas a obtenção através da exposição à luz, através dos alimentos e da suplementação é suficiente  para garantir adequados níveis séricos desta vitamina. Somado a isso, a metabolização e o processo de hidroxilação devem acontecer da maneira correta a fim de proporcionar que a vitamina D esteja ativa no organismo, se tornando a 25-hidroxivitamina D (25(OH)D).  Nesse sentido, avaliar os níveis  através dos exames laboratoriais é uma ferramenta essencial que você nutricionista dispõe para acompanhar a efetividade das estratégias nutricionais empregadas junto aos seus pacientes. 

Prática Clínica

Portanto, assegurar uma exposição solar adequada, nos horários recomendados entre 5 a 30 minutos diários já apresenta benefícios na conversão da vitamina D. Além disso, estratégias de suplementação em casos de deficiência são bem vindas, visto que as DRIs não são parâmetros elaborados especificamente para populações brasileiras, não ultrapassando os valores de UL que é de 50 µg. Logo, avaliar individualmente a necessidade de suplementação e fornecer doses elevadas, pode ser benéfico ao paciente na prática clínica. 

Referências Bibliográficas

Assista na plataforma Science Play Curso – Suplementação e Fertilidade, com Carolina Meireles O papel da vitamina D e da Melatonina

Artigo: Vitamin D and Health: Do We Need More Than the Current DRI? Volpe, Stella Lucia Ph.D., RD, LDN, FACSM. Vitamina D e saúde: precisamos de mais do que a atual DRI?: Parte 1. ACSM’s Health & Fitness Journal 12(5):p 34-36, setembro de 2008. | DOI: 10.1249/FIT.0b013e318184a10f

Classifique esse post

3 visualizações

留言


bottom of page