top of page

Conduta Assetiva na Cirurgia Bariátrica

A cirurgia bariátrica é um dos métodos mais seguros e eficazes no combate à obesidade, principalmente em indivíduos em estado de obesidade grau II e III. Porém, antes do procedimento, o paciente necessita reduzir o seu peso corporal, a fim de evitar complicações durante a cirurgia, a recomendação gira em torno de 10 % do peso corporal e para isso, o manejo nutricional é indispensável. Dessa forma, criamos um guia nutricional na cirurgia bariátrica e compilamos as melhores recomendações para este público.  Leia para saber mais. 



Table of ContentsToggle

Perda de Peso no Pré Operatório 

Alguns fatores como a espessura elevada da parede abdominal, maior quantidade de gordura intra-abdominal e também o tamanho aumentado do fígado, são fatores predisponentes  para maior ocorrência de complicações durante a cirurgia bariátrica. Assim, a perda de peso pré operatória é indicada, principalmente para pacientes com IMC acima de 50 kg/m2 e portadores de comorbidades associadas. 

Dessa maneira, a redução de 5 a 10% do peso é recomendada. Para isso, um estudo demonstra que uma dieta de baixa caloria (LCD) e a dieta de muito baixa caloria (VLCD) apresentam resultados semelhantes quanto a perda de peso, sendo a duração indicada  de 2 a 12 semanas antes da cirurgia. 

Manejo nutricional

Pré Cirúrgico

Nesse sentido, uma dieta com baixo teor de carboidratos e a dieta mediterrânea podem ser utilizadas no preparo do paciente em associação ao déficit calórico. A ingestão calórica recomendada é de 800-1200 Kcal por dia. Um ponto a ser destacado é a proporção de proteínas ofertada na dieta, pois, com a redução ponderal rápida, a massa muscular tende a ser reduzida.

Assim, a oferta de proteínas de alto valor biológico deve ser uma prioridade do nutricionista. Adicionado a isso, orientações acerca do consumo de água devem ser feitas, associadas a orientações para o consumo de alimentos integrais, ricos em fibras, frutas e verduras de baixa caloria que serão capazes de fornecer as quantidades adequadas de micronutrientes.

Pós Cirúrgico 

O cuidado nutricional após a cirurgia  é capaz de prevenir a desnutrição, reduz o risco de reganho de peso e também de complicações gastrointestinais. Desse modo, os alimentos ofertados dependem da capacidade de aceitação individual, sendo que o déficit energético deve ser mantido.

Logo, dietas líquidas completas, líquida clara e pastosa são ofertadas nos dias subsequentes à cirurgia. A ingestão calórica recomendada é de 1000 calorias. Porém, a tolerabilidade individual do paciente deve ser levada em consideração na hora de definir o total de calorias  que serão ofertadas, sendo uma escolha conjunta entre nutricionista e paciente. 

Suplementação e Cirurgia Bariátrica

Pacientes bariátricos apresentam dificuldades em consumir a quantidade diária de proteína. Nesse sentido, a suplementação de proteína pode ser uma estratégia, as diferentes fontes, de soja, clara de ovo, caseína e proteína do soro do leite estão amplamente disponíveis no mercado. 

No entanto, a proteína do soro do leite mostra-se mais indicada visto que possui elevada quantidade de aminoácidos de cadeia ramificada, indispensável no processo de remodelamento muscular pós cirúrgico. Além desses, dados apontam que o consumo de ômega 3 no período pré cirúrgico associou-se com maior perda de peso.

Além disso, os principais micronutrientes que podem apresentar deficiência em pacientes bariátricos além da vitamina B12 são as vitaminas A, E e K, cálcio, vitamina D, folato, e ferro.  Neste contexto, a suplementação pode ser benéfica a fim de prevenir o aparecimento de sintomas como fraqueza, queda de unhas e cabelo, cansaço excessivo e fadiga, sinais típicos de deficiência de micronutrientes. 

Cirurgia Bariátrica e Atividade Física 

Alguns pacientes submetidos à cirurgia bariátrica podem sofrer com problemas musculoesqueléticos e também com  doenças crônicas, o que teoricamente dificulta a realização de atividades físicas. Porém, a atividade física deve ser implementada na rotina diária do paciente a fim de  reduzir o risco de morte associado a doenças crônicas e manter o peso adequado do paciente.  

Prática Clínica

Assim, elencamos aqui neste guia nutricional para cirurgia bariátrica as principais recomendações, que são  de maneira resumida e prática:  de 2 a 12 semanas antes do procedimento a oferta energética deve ser em torno de 800 a 1200 kcal, cerca de 100 g de proteínas, 1g/Kg de gorduras ou 30 % do VET e o restante em forma de carboidratos, priorizando os alimentos naturais, integrais de baixo valor calórico.  

Para a suplementação pré cirúrgica ômega 3 com boa concentração de EPA e DHA. Além disso,  no pós cirúrgico, a utilização de Whey Protein pode ser uma estratégia benéfica. E por fim, o incentivo à prática de atividade física regular é primordial para o paciente bariátrico. 

Assista ao Fast Tracks de  Nutrição Clínica e Endocrinologia sobre: Acolhimento do Paciente Bariátrica na Nutrição Comportamental

Artigo Nutrição, Atividade Física e Prescrição de Suplementos Tabesh MR, Maleklou F, Ejtehadi F, Alizadeh Z. Nutrition, Physical Activity, and Prescription of Supplements in Pre- and Post-bariatric Surgery Patients: a Practical Guideline [published correction appears in Obes Surg. 2020 Feb;30(2):793]. Obes Surg. 2019;29(10):3385-3400. doi:10.1007/s11695-019-04112-y

Classifique esse post

0 visualização

Comments


bottom of page