top of page
  • Foto do escritorKcal da Science Play

Diabetes Gestacional: Prevenção e Tratamento

O diabetes mellitus gestacional é definido como hiperglicemia com valores de glicose no sangue acima do normal e é a doença metabólica mais comum na gravidez, gerando risco para o bebê e para a mãe. 

Dessa forma, a modificação do estilo de vida, incluindo dieta e atividade física, é a opção de primeira linha tanto para a prevenção quanto para o tratamento dessa doença na gravidez.



Table of ContentsToggle

Fatores Associados a Diabetes Gestacional

A prevalência da diabetes mellitus gestacional está fortemente associada ao índice de massa corporal (IMC) materno, sendo o risco quatro vezes maior em mulheres com obesidade em comparação com mulheres com IMC saudável. 

Além disso, tanto a resistência à insulina quanto a disfunção das células beta estão associadas a um risco aumentado de diabetes mellitus gestacional. No entanto, a baixa função das células beta foi mais pronunciada em participantes sem obesidade. 

Tratamento Medicamentoso para Diabetes Gestacional

Com base nessa descoberta, como a resistencia insulinica é a causa predominante para a diabetes mellitus gestacional muitas vezes os médicos indicam o uso de medicamentos para baixar a glicose, especialmente para pessoas com obesidade. 

Por isso, a metformina em vez de insulina é a opção de medicação mais eficaz. No entanto, vale ressaltar que para prevenção ela não mostrou nenhum benefício.

Mudança do Estilo de Vida (MEV) 

Mesmo que a modificação da dieta seja a pedra angular na prevenção, não há um consenso claro sobre qual padrão alimentar é o melhor.

Entretanto, a dieta mediterrânea parece ter mais evidências para a prevenção e a ingestão de laticínios e proteínas no início da gravidez foi associada a uma menor glicemia de jejum.

Além disso, as intervenções de atividade física reduziram o risco de diabetes mellitus gestacional em cerca de 40%. 

Prática Clínica

Sabe-se que o sobrepeso/obesidade materna e a hiperglicemia, isolados ou combinados, influenciam o ambiente intrauterino e o crescimento fetal, além de afetar a saúde materna. Por isso, a intervenção dietética como a dieta mediterranea, consumo de laticínios e proteína, além da prática de atividade física se mostrou eficente tanto para o tratamento quanto para a preveção da diabetes mellitus gestacional.

Referências Bibliográficas 

Assista o vídeo na Science Play com Aline David: Amamentação e Aspectos Nutricionais para a Gestante

Artigo: Moholdt T. Diet, Exercise and Gestational Diabetes Mellitus. Nutrients. 2023; 15(10):2251. https://doi.org/10.3390/nu15102251

Classifique esse post

3 visualizações

Comentários


bottom of page