top of page

Dieta Cetogênica Induz Perda de Massa Muscular?

A dieta cetogênica é caracterizada pela redução de carboidratos, especificamente menos de 50 g/dia ou 10% da ingestão calórica total. Essa redução de carboidratos vem acompanhada de um aumento da ingestão de gorduras, estratégia dietética com intuito de induzir o estado cetose.

Esse modelo dietético ficou muito popular por seu potencial no tratamento de algumas patologias, em especial a epilepsia refratária, e por um suposto efeito na perda de peso. Contudo, a mesma também foi correlacionada com uma diminuição na massa muscular.



Table of ContentsToggle

Como a Dieta Cetogênica Atrapalha a Hipertrofia?

Os mecanismos pautados para explicar os efeitos negativos da dieta cetogênica na massa muscular foram,  a diminuição do conteúdo de glicogênio muscular que diminuiria o volume celular do músculo, e pela maior ativação da proteína AMPK, que foi correlacionada com a inibição de mecanismos associados à hipertrofia muscular como Akt, mTOR e IGF-1.

Outro efeito pautado que atrapalharia o ganho de massa muscular, é a diminuição da insulina plasmática causada por essa dieta. Tendo a compreensão que a mesma desempenha a função de transporte de aminoácidos para outros tecidos, como o músculo. Além disso, a insulina inibe vias que catabolizam proteínas.

Dieta Cetogênica na Literatura

Em uma metanálise intitulada, “Effects of the Ketogenic Diet on Muscle Hypertrophy in Resistance-Trained Men and Women: A Systematic Review and Meta-Analysis”, foram incluídos 5 ensaios clínicos randomizados com indivíduos que realizavam o treinamento resistido, tendo o objetivo de verificar os efeitos que os protocolos de dieta cetogênica causariam na massa muscular quando comparados com protocolos de dietas não cetogênicas.

Por sua vez, os critérios para inclusão dos estudos eram, os estudos tinham que ter duração mínima de 8 semanas, os planejamentos dietéticos não poderiam induzir restrição calórica e nenhum dos participantes poderiam consumir suplementos alimentares. Sendo assim, resultados da metanálise mostram que não houveram diferenças significativas no conteúdo de massa muscular, entre os grupos que realizaram dieta cetogênica e dietas não cetogênicas.

Prática Clínica

Por mais que os resultados demonstrem que não haja nenhum decréscimo na massa muscular com os protocolos de dieta cetogênica sem restrição calórica, esse tipo de dieta não é o mais recomendado, por conta da difícil adesão a longo prazo. Além disso, a escassa quantidade de estudos incluídos nesta metanálise, impossibilita conclusões sobre o assunto. Com isso, é necessário mais estudos controlados para termos uma conclusão concreta.

Referências Bibliográficas

VARGAS-MOLINA, Salvador; GÓMEZ-URQUIZA, José L.; GARCÍA-ROMERO, Jerónimo; BENÍTEZ-PORRES, Javier. Effects of the Ketogenic Diet on Muscle Hypertrophy in Resistance-Trained Men and Women: a systematic review and meta-analysis. International Journal Of Environmental Research And Public Health, [S.L.], v. 19, n. 19, p. 12629, 3 out. 2022. Http://dx.doi.org/10.3390/ijerph191912629.

VALENZUELA, Pedro L.; CASTILLO-GARCÍA, Adrián; LUCIA, Alejandro; NACLERIO, Fernando. Effects of Combining a Ketogenic Diet with Resistance Training on Body Composition, Strength, and Mechanical Power in Trained Individuals: a narrative review. Nutrients, [S.L.], v. 13, n. 9, p. 3083, 1 set. 2021. Http://dx.doi.org/10.3390/nu13093083.

Classifique esse post

3 visualizações

Comments


bottom of page