top of page
  • Foto do escritorKcal da Science Play

Endometriose e o Impacto na Fertilidade

Em sua palestra no Workshop Materno-Infantil e Fertilidade, o nutricionista Omar de Faria abordou o tema “Endometriose e o impacto na fertilidade”.

A endometriose é uma condição que afeta um grande número de mulheres em todo o mundo, caracterizada pela presença do endométrio fora da cavidade uterina, frequentemente acompanhada de inflamação crônica. Isso resulta em dores intensas na região pélvica e está diretamente relacionado à infertilidade. 

Esses focos endometriais podem se desenvolver em diversas áreas do corpo, como na cavidade peritoneal, ovários, bexiga, ureteres, diafragma, intestino, fígado, pulmão e outros tecidos. A endometriose é uma condição complexa, influenciada por diversos fatores, incluindo o estrogênio e a progesterona, sendo que os primeiros sintomas podem surgir precocemente na vida da paciente.



Table of ContentsToggle

Diagnóstico da Endometriose

Infelizmente, a endometriose é uma condição que muitas vezes passa despercebida, levando à incapacitação das mulheres devido às fortes dores de cólicas relacionadas a ela. A problemática do não diagnóstico é evidente, com algumas mulheres sendo tratadas com anticoncepcionais sem o devido rastreio anamnésico necessário. 

Além disso, a endometriose pode causar uma série de alterações comportamentais, como ansiedade, compulsão alimentar e comportamento de predominância estrogênica, especialmente durante o período menstrual, quando sintomas como dismenorreia, dispareunia, mastalgia, TPM, cólicas menstruais e dores articulares podem se manifestar. 

Causas da Endometriose

A etiologia da endometriose é complexa e envolve fatores como a presença de nano plásticos no organismo, menstruação retrógrada, exposição a disruptores endócrinos como o bisfenol (BPA) e ftalatos, e até mesmo o excesso de gordura abdominal, que ativa a enzima aromatase, desencadeando uma conversão hormonal prejudicial. 

Prática Clínica

O nutricionista possui um papel fundamental no tratamento da endometriose, com uma dieta baseada na Dieta Mediterrânea, rica em polifenóis, como o resveratrol, quercetina, cúrcuma longa e outros, sendo uma abordagem terapêutica eficaz para modular a inflamação e melhorar a qualidade de vida das pacientes.

Matéria elaborada pela colunista Louise Mendonça Frota, com base na palestra do nutricionista Omar de Faria.

Classifique esse post

2 visualizações

Comments


bottom of page