top of page
  • Foto do escritorKcal da Science Play

Entenda a Nova Dieta Nórdica

Diversos aspectos devem ser levados em consideração no desenvolvimento de um plano alimentar. Dentre eles podemos citar os econômicos, ambientais, sensoriais, nutricionais e a praticidade, tanto na busca pelos alimentos quanto no preparo dos mesmos.

A “Nova Dieta Nórdica” nasce na Dinamarca em 2004, fruto da união destes aspectos, e tem como premissa estabelecer um padrão alimentar saudável da população, priorizando o uso de ingredientes regionais, frescos, sustentáveis, saudáveis e saborosos.



Table of ContentsToggle

Como funciona a Nova Dieta Nórdica?

Os alimentos devem ser, preferencialmente, orgânicos, frescos e cultivados localmente para minimizar o transporte, como por exemplo grãos de cevada e centeio integrais; ou silvestres, como cogumelos, amoras e ameixas, incentivando a biodiversidade e minimizando o uso de fertilizantes e pesticidas. As fontes de proteína priorizadas são os peixes e ovos, e em menor quantidade a carne vermelha e os laticínios.

Resumindo, mais calorias devem vir de alimentos vegetais e menos da carne; devem ser incluídos mais alimentos do mar e dos lagos; e mais alimentos silvestres. Alimentos industrializados devem ser evitados ao máximo.

Prática Clínica

Estudos trazem que este padrão alimentar reduz drasticamente os impactos ambientais, diminui o risco de doenças crônicas não transmissíveis (como hipertensão arterial, obesidade e diabetes), além de reforçar o comércio local e a identidade cultural do próprio país.

Referências Bibliográficas

Mithril C, Dragsted LO, Meyer C, Blauert E, Holt MK, Astrup A. Guidelines for the New Nordic Diet. Public Health Nutr. 2012;15(10):1941-1947. doi:10.1017/S136898001100351X

Saxe H. The New Nordic Diet is an effective tool in environmental protection: it reduces the associated socioeconomic cost of diets. Am J Clin Nutr. 2014;99(5):1117-1125. doi:10.3945/ajcn.113.066746

Classifique esse post

3 visualizações

Comments


bottom of page