top of page
  • Foto do escritorKcal da Science Play

Exposição à Cafeína Durante a Gravidez: É segura?

Quando se trata de hábitos alimentares durante a gravidez, a cafeína é frequentemente um tema de discussão. Muitas gestantes se questionam sobre a segurança quanto ao seu consumo durante esse período tão particular. Embora seja importante ter cuidado com a ingestão de substâncias durante a gravidez, a exposição à essa substância em níveis moderados parece não estar associada a efeitos adversos significativos no feto ou na criança.



Table of Contents


Cafeína e Gestação


Um estudo recente analisou os efeitos da exposição à cafeína na gestação e suas consequências futuras. A conclusão geral foi de que baixos níveis de consumo não estão consistentemente associados a qualquer adversidade fetal ou resultado negativo durante a infância. Baseando-se nessas descobertas, é recomendado aderir à recomendação do American College of Obstetrics and Gynecology de consumir menos de 200 mg de cafeína por dia durante a gravidez.


É fundamental destacar a necessidade de pesquisas mais rigorosas com desenhos prospectivos para mitigar algumas das fraquezas metodológicas presentes no corpo de evidências atual. Embora os estudos disponíveis não tenham demonstrado efeitos adversos significativos, mais pesquisas são necessárias para uma compreensão completa dos efeitos da cafeína durante a gravidez.


Os níveis baixos de consumo durante a gravidez parecem não estar associados a resultados adversos para o feto ou a criança. Não há evidências que sustentem a restrição de consumo além das recomendações atuais. No entanto, é sempre prudente que a gestante receba orientações personalizadas, levando em consideração as circunstâncias individuais de cada gestação.


Prática Clínica


Embora estudos sugiram que níveis moderados de cafeína não estão associados a efeitos adversos significativos, é comum que haja uma recomendação acerca da redução ou limitação do consumo, inclusive estabelecendo uma dose máxima diária. Diante disso, é interessante manter a ingestão de cafeína abaixo de 200 mg por dia. Essa dose é considerada segura e permite que as gestantes desfrutem do café sem comprometer a saúde do feto. 


Continue Estudando...


Sugestão de estudo: Cafeína



Assista o vídeo na Science Play com Pedro Perim: Influência da genética na suplementação de cafeína


Referências Bibliográficas 


BAPTISTE-ROBERTS, Kesha; LEVITON, Alan. Caffeine exposure during pregnancy: is it safe?. Seminars In Fetal And Neonatal Medicine, [S.L.], v. 25, n. 6, p. 101174, dez. 2020. Elsevier BV.

Comentários


Os comentários foram desativados.
bottom of page