top of page
  • Foto do escritorKcal da Science Play

Hormônios Tireoideanos e Influência na Composição Corporal

O médico Paulo Muzy deu continuidade ao evento com o tema “Performance para não atletas”. 

A performance para não atletas está diretamente ligado aos hormônios tireoidianos, pois é a glândula mais suscetível a alterações alimentares e influência na composição corporal. A tireoide produz vários hormônios que modulam o sistema nervoso central, a função metabólica energética, a função do adipócito, a função muscular, a função LPL/LHS e androgênios. 

Assim, alguns componentes demonstram-se essenciais para a síntese desses hormônios, como o iodo, selênio, ferro e zinco. A relação desses compostos e a saúde da tireoide pode ser vista em várias situações, como por exemplo as mulheres com deficiência de ferro costumam apresentar os hormônios tireoidianos em níveis mais baixos.



Table of ContentsToggle

Dieta, Tireoide e Hormônios Tireoideanos

Além disso, a fonte de proteína da dieta tem se mostrado como um fator importante para o status tireoidiano. As proteínas derivadas de compostos sulfurosos e aminoácidos aromáticos derivada de hidrólise ácida da caseína inibem a oxidação do iodo in vitro catalisada pela TPO. Ainda que metionina, cisteína, tirosina e triptofano demonstraram inibir a ação da TPO, esta pode ser revertida pelo otimização do consumo de iodo. 

Portanto, a tireoide e a nossa alimentação estão estritamente ligadas, por exemplo:

  1. Dietas de baixa caloria deprimem o eixo tireoidiano;

  2. Jejum e baixa caloria reduzem os níveis de T3, T4L e TSH;

  3. Na anorexia nervosa temos baixos níveis de T3, T4L e TSH;

Prática Clínica

O papel de um nutricionista é fundamental quando se trata da influência dos hormônios tireoideanos na composição corporal, pois a tireoide desempenha um papel significativo no metabolismo e no equilíbrio hormonal. Dessa forma, torna-se essencial a avaliação da função da tireoide e o monitoramento do peso e composição corporal.

Matéria elaborada pela colunista Ana Beatriz Barbosa Lopes, com base na palestra do médico Paulo Muzy.

Classifique esse post

0 visualização

Comments


bottom of page