top of page

O Treinamento Reduz o Stress?

O treinamento resistido, sabidamente, apresenta benefícios em diversas áreas da vida. Além disso, ele é responsável por  melhorar o condicionamento físico, melhorar o status da  reserva de massa muscular e também promover maior  funcionalidade e mobilidade ao corpo. No entanto, será que o treinamento de força, também  é capaz de reduzir o estresse? Veja a seguir. 



Table of ContentsToggle

Vida Moderna x Atividade Física

A princípio, manter a homeostase corporal no cotidiano da vida moderna é um desafio. Nesse sentido, as diversas situações desafiadoras da vida representam um quadro de estresse ao corpo, o que, de maneira crônica, pode resultar em desordens como a hipertensão arterial. Associado a isso, o quadro crescente de sedentarismo, reforça ainda mais a necessidade de práticas de relaxamento, a exemplo do exercício físico. Logo, além da melhora do corpo, o treino de força melhora o estresse. 

Treinamento, Estresse e Hipertensão 

Associado a isso, altos níveis de estresse crônico, estão fortemente relacionados ao aumento da pressão arterial. Além disso, tais modificações pressóricas, afetam diretamente a saúde cardiovascular, aumentando o risco de intercorrências  cardiometabólicas. Portanto, buscar alternativas para o manejo do estresse é primordial. 

Treinamento e Redução na Pressão Arterial

Dentro desse cenário, o exercício físico, em especial o treinamento de resistência, promove impactos positivos nos quesitos de melhora do humor, bem como da saúde mental, aliviando os sinais de estresse. Estudos apontam que o treinamento resistido atenua o pico de estresse em adultos, além da redução média de  2,5 ± 3,6 mmHg na pressão arterial sistólica. Assim, o efeito hipotensor do exercício associado a cascata inflamatória de miocinas liberadas no período pós exercício, modulam a liberação de cortisol e a resposta do organismo ao estresse. 

Prática Clínica

Portanto, além dos benefícios clássicos do treinamento resistido, os reflexos sobre o a redução do estresse são evidentes. Logo, estimular a prática orientada do treino de força, por no mínimo 4 semanas é primordial para melhorar a saúde dos pacientes. 

Referências Bibliográficas

Mariano IM, Amaral AL, Ribeiro PAB, Puga GM. Exercise training improves blood pressure reactivity to stress: a systematic review and meta-analysis. Sci Rep. 2023;13(1):10962. Published 2023 Jul 6. doi:10.1038/s41598-023-38041-9

Classifique esse post

2 visualizações

Kommentare


bottom of page