top of page

Plantas Medicinais para Melhora da Hipertensão

A hipertensão é uma condição médica séria que pode aumentar o risco de doenças cardíacas, cerebrais, renais e outras enfermidades. Ainda, ela é uma das principais causas de morte prematura em todo o mundo. Embora vários medicamentos modernos sejam usados para controlar a hipertensão clínica, eles estão associados a diversos efeitos colaterais. Portanto, o uso de medicamentos fitoterápicos naturais com atividade anti-hipertensiva e menos efeitos colaterais pode ser um bom substituto para os medicamentos sintéticos, especialmente quando associado a mudanças no estilo de vida e à prática de exercícios leves.

 

A hipertensão é classificada principalmente em dois tipos: hipertensão primária ou essencial e hipertensão secundária. Ela é uma das principais causas de doença coronariana, acidente vascular cerebral e doença vascular renal. A pressão arterial (PA) pode ser de dois tipos: PAS (pressão arterial sistólica < 120 mmHg) e PAD (pressão arterial diastólica < 80 mmHg). Em pacientes com hipertensão, a PAS aumenta acima de 140 mmHg ou a PAD aumenta acima de 90 mmHg.

 

Tratamento e Alternativas Naturais

 

Diuréticos, sozinhos ou em combinação com outros agentes anti-hipertensivos, são usados regularmente para diminuir a pressão arterial ao reduzir o volume sanguíneo, mas eles podem causar efeitos colaterais perigosos e indesejáveis. Portanto, o uso de medicamentos de fontes naturais como alternativas é uma escolha melhor para o tratamento da hipertensão e outras doenças relacionadas.

 

Mecanismos e Fisiopatologia da Hipertensão

 

A manutenção dos níveis fisiológicos de pressão arterial (PA) envolve uma relação multifacetada de diversos elementos de um sistema neuro-humoral integrado, que inclui os peptídeos natriuréticos, o sistema renina-angiotensina-aldosterona (SRAA), as células do endotélio, o sistema imunológico e o sistema nervoso simpático (SNS). Diferentes efetores fisiológicos, como canais de potássio, óxido nítrico (NO), sistema renina-angiotensina, espécies reativas de oxigênio e íons de cálcio, modulam o tônus vascular, e qualquer desequilíbrio nesses fatores pode levar à hipertensão. Isso pode resultar em aumentos ou diminuições na pressão arterial média, causando danos aos órgãos-alvo e doenças cardiovasculares. A desregulação desses fatores pode influenciar significativamente o tônus vascular e levar ao desenvolvimento de hipertensão.

 

Prática Clínica

 

Assim, o uso de plantas fitoterápicas, doses e relação com diferentes níveis de hipertensão pode ser encontrado na tabela abaixo.

 

Erva

Dose/duração

Doença

Resultado/magnitude do resultado

 

Allium sativum

300–1500 mg/dia de alho em pó/4 semanas

Hipertensão estágio 1

PAS e PAD diminuem/9,2 e 6,26 mmHg

Camellia sinensis

7,6 g de folhas de chá fervidas em 400 ml de água/1 h

Hipertensão leve

Aumento da PAS e PAD/1,7 e 0,9 mmHg (chá verde) 0,7 mmHg cada (chá preto)

Crataegus spp.

500 mg/dia extorquido/ 10 semanas

Hipertensão leve

PAD/13,1 mmHg

Açafrão sativus

400 mg/dia/7 dias

Saudável

PAM e PAS diminuem/11 e 5 mmHg

Hibisco sabdariffa

720 mL/dia (3 vezes, 240 mL cada) em forma de chá/6 semanas

Hipertensão pré e leve

PAM, PAS e PAD diminuem/7,2, 3,1 e 4,5 mmHg

Nigella sativa

200 e 400 mg/dia de extrato de semente aquoso (100 e 200 duas vezes ao dia)/8 semanas

Hipertensão leve

Diminuição da PAS e PAD/redução do colesterol LDL de 2,2 e 1,1 mmHg

Panax

300 mg/dia de extrato de P. ginseng /8 semanas

 

Hipertensão leve

Diminuição da PAS e PAD/3,1 e 2,3 mmHg

 

 

Continue Estudando...

 

 

 

 

Referências Bibliográficas

 

VERMA, Tarawanti; SINHA, Manish; BANSAL, Nitin; YADAV, Shyam Raj; SHAH, Kamal; CHAUHAN, Nagendra Singh.Plants Used as Antihypertensive. Natural Products And Bioprospecting, [S.L.], v. 11, n. 2, p. 155-184, 11 nov. 2020. Springer Science and Business Media LLC.

Comments


bottom of page