top of page
  • Foto do escritorKcal da Science Play

Rhodiola Rosea: O que é e para que serve?

A Rhodiola Rosea é atualmente registrada como um Medicamento Tradicional Fitoterápico, que são definidos como medicamentos obtidos através de raízes, caules, folhas e flores de plantas medicinais. Eles passam por processos de padronização e industrialização, para adequar a quantidade e a forma a ser utilizada. 


Por sua vez, a Rhodiola Rosea é classificada com um adaptógeno, ou seja, um grupo farmacêutico usado para aumentar a atenção e a resistência à fadiga. Além disso, ela é utilizada para prevenir deficiências e distúrbios induzidos pelo estresse relacionados aos sistemas neuroendócrino e imunológico. Leia abaixo para descobrir os benefícios desse composto.



Table of Contents


Composição e Mecanismo de Ação da Rhodiola Rosea


O caule de Rhodiola contém óleos essenciais, gorduras, ceras, esteróis, glicosídeos, ácidos orgânicos e compostos fenólicos, com um importante foco neste último. Os compostos fenólicos são as substâncias que contribuem para os benefícios do fitoterápico e definem sua aplicação.


Primeiramente, por ser um adaptógeno, a substância auxilia o corpo a se adaptar e lidar melhor com situações de estresse físico, emocional e ambiental. Isso ocorre através da regulação dos níveis de neurotransmissores (serotonina e dopamina) no cérebro, os quais estão associados à regulação do humor e à sensação de bem-estar. Além disso, os compostos fenólicos presentes na substância apresentam uma ação antioxidante, isto é, reduzem os danos causados pelo estresse oxidativo.


Ainda, ela modula a resposta do sistema nervoso ao estresse, reduzindo a liberação do cortisol, o principal hormônio interligado ao estresse. Esse hormônio é responsável por liberar um pico de energia em situações estressantes. Logo, com a redução dos níveis hormonais, a Rhodiola Rosea contribui para a sensação de calma e melhoria do humor.


Prática Clínica


Tendo isto em vista, o extrato de Rhodiola Rosea pode ser prescrito pelo nutricionista para diversos fins, principalmente relacionados à melhoria do desempenho mental e físico. Suas indicações incluem:

  1. Gestão do Estresse 

  2. Aumento de Energia e Resistência

  3. Melhoria do Humor

  4. Aprimoramento do Desempenho Cognitivo


Continue Estudando...





Referências Bibliográficas


Artigo: PANOSSIAN, A.; WIKMAN, G.; SARRIS, J.. Rosenroot (Rhodiola rosea): traditional use, chemical composition, pharmacology and clinical efficacy. Phytomedicine, [S.L.], v. 17, n. 7, p. 481-493, jun. 2010. Elsevier BV.

9 visualizações

Comentários


bottom of page