top of page

Sal e Hipertensão: Vale a pena reduzir o sal na dieta?

A hipertensão arterial é uma condição de saúde preocupante, com uma prevalência crescente em todo o mundo. Diversos estudos epidemiológicos, clínicos e experimentais têm relacionado o consumo de sódio na dieta com o aumento da pressão arterial, e a redução do sal alimentar tem se mostrado eficaz na diminuição da pressão arterial.



Table of ContentsToggle

Hipertensão e Consumo de Sal

Em jovens, o consumo de sal tem um efeito programador, fazendo com que a pressão arterial permaneça elevada mesmo após a redução do consumo. Já idosos, afro-americanos e pacientes obesos são mais sensíveis aos efeitos da redução do sal na pressão arterial. Dependendo da pressão arterial inicial e do grau de redução do consumo de sal, a pressão arterial sistólica pode ser reduzida de 4 a 8 mm Hg. Uma diminuição ainda maior da pressão arterial é alcançada quando a redução do sal na dieta é combinada com outras intervenções no estilo de vida, como a adesão à abordagem dietética conhecida como DASH (Dietary Approaches to Stop Hypertension).

Além do aumento da pressão arterial, a alta ingestão de sal também tem sido associada a um maior risco de acidente vascular cerebral, hipertrofia ventricular esquerda e proteinúria. Os efeitos adversos associados à redução do consumo de sal na dieta, a menos que sejam excessivos, parecem ser mínimos. No entanto, os dados relacionando a redução do consumo de sal com a diminuição da morbidade e mortalidade em pacientes hipertensos não são conclusivos.

A Redução de Sal é Eficaz para Hipertensão?

A redução do consumo de sal na dieta pode adiar ou prevenir o desenvolvimento da hipertensão em indivíduos não hipertensos e contribuir para a redução da pressão arterial em pacientes hipertensos que já estão recebendo tratamento médico. Existe um conjunto crescente de evidências de que a redução do consumo de sal tem um efeito de redução do risco de doenças cardiovasculares, pelo menos parcialmente mediado pela diminuição da pressão arterial. Portanto, considerando os benefícios comprovados da redução do consumo de sal na dieta para a saúde cardiovascular, é válido afirmar que vale a pena reduzir o sal na dieta, principalmente para indivíduos com pressão arterial elevada ou fatores de risco para doenças cardiovasculares. 

Prática Clínica 

A redução do consumo de sal desempenha um papel importante na abordagem terapêutica da hipertensão arterial. Além disso, a restrição de sal deve ser adotada como uma medida complementar ao tratamento farmacológico. A orientação dietética personalizada, pode ajudar a melhorar o controle da pressão arterial. Dependendo do grau de redução da ingestão de sal, a pressão arterial sistólica pode ser reduzida em 4 a 8 mm Hg. 

Referências Bibliográficas 

Assista o vídeo na Science Play com Daniel Umpierre: Exercícios físicos para hipertensão arterial 

Artigo: Sal e hipertensão – Frisoli TM, Schmieder RE, Grodzicki T, Messerli FH. Salt and hypertension: is salt dietary reduction worth the effort? [published correction appears in Am J Med. 2012 Oct;125(10):e27]. Am J Med. 2012;125(5):433-439. doi:10.1016/j.amjmed.2011.10.023

Classifique esse post

4 visualizações

Comments


bottom of page