top of page

Suplementação de Glicerol e sua capacidade de hidratação

A suplementação de glicerol ganhou bastante notoriedade devido a sua sua capacidade de hidratação, estudos demonstram sua utilização como um substrato capaz de promover o aumento da retenção hídrica. Desde então, a ciência busca verificar o efeito do glicerol na hidratação diante do exercício. Entretanto, a produção científica foi dificultada em 2010, quando a WADA (Agência Mundial Antidoping) colocou o glicerol como uma substância proibida para o uso na prática esportiva. Porém, em 2018, o glicerol foi retirado dessa lista, voltando a ser uma substância utilizável na prática esportiva. 



Table of ContentsToggle

Efeitos e recomendações da suplementação de glicerol no esporte

A ingestão de glicerol aumenta a retenção de líquidos, devido ao seu efeito osmótico. Suas principais aplicações práticas para os atletas são hiperhidratar antes do exercício para que eles tenham mais fluido a ser perdido como suor durante o desempenho, retardando assim a progressão da desidratação ou melhorando a taxa de reidratação e retenção total de líquidos após o exercício. 

Além disso, melhorias no tempo de resistência, no desempenho em contra-relógio, na potência total e na produção de trabalho foram observadas durante o exercício após hiperidratação ou reidratação induzida por glicerol. 

Porém, a eficácia do uso de glicerol na reidratação depende de fatores relacionados ao nível de desidratação alcançado durante o exercício e do tempo disponível para reidratação antes de outra sessão de exercícios. Depende, portanto, se o atleta está hiper hidratado antes do exercício, das condições ambientais, da duração e intensidade do exercício e da taxa de suor do atleta. 

Até o momento, apenas três estudos exploraram o papel do glicerol na reidratação. Cada um deles descobriu que as bebidas contendo glicerol estavam associadas a uma restauração significativamente mais rápida e completa do volume plasmático do que a água sozinha. Importante ressaltar que, se houver tempo suficiente entre as sessões de exercício para reabastecer os compartimentos de fluidos com ingestão oral normal, é improvável que a inclusão de glicerol traga benefícios. No entanto, se um atleta estiver realizando vários exercícios intensos e de longa duração, com um curto período entre eles para reidratação, o consumo de glicerol pode ser benéfico para aumentar a reidratação. 

O estudo sobre glicerol e sua suplementação

Uma revisão  intitulada de “Glycerol use in hyperhydration and rehydration: scientific update”, teve o intuito de elucidar os efeitos do glicerol na hidratação e na performance esportiva.

O desempenho do exercício após a hiperidratação ou reidratação com glicerol foi avaliado em 18 estudos, dos quais 11 mostraram melhorias significativas no desempenho nos testes com glicerol. As melhorias de desempenho incluem maior tempo de resistência até a exaustão (em até 24%), melhor desempenho no contra-relógio (em até 4,1%) e aumento de potência ou trabalho (em até 5%). Enquanto outros estudos não encontraram benefícios de desempenho, nenhum mostrou uma diminuição significativa do desempenho após a hiperidratação ou reidratação com glicerol.

Prática clínica: 

O uso de glicerol deve ser avaliado conforme as necessidades exigidas pelo exercício, visto que esportes que não provocam altos níveis de desidratação ou tenham tempo para reidratação antes de outras sessões, não apresentam necessidade de suplementação. A suplementação média dos estudos foi feita com 1,1 – 1,2g/kg.

Referência:

Sugestão de leitura Recursos ergogênicos

VAN ROSENDAL, S.P.; COOMBES, J.s.. Glycerol Use in Hyperhydration and Rehydration: scientific update. Acute Topics In Sport Nutrition, [S.L.], p. 104-112, 2012. Http://dx.doi.org/10.1159/000341959.

Classifique esse post

3 visualizações

Comments


bottom of page