top of page
  • Foto do escritorKcal da Science Play

Tart Cherry x Recuperação Muscular

A tart cherry, também conhecida como cereja azeda, é um fruto que contém inúmeros fitoquímicos, incluindo antocianinas, flavonóides, procianidinas e ácidos fenólicos. Tais compostos são conhecidos por terem uma ação antioxidante e anti-inflamatória, ou seja, contribuem para a redução do estresse oxidativo e inflamação causados pelo exercício físico.



Table of ContentsToggle

Tart Cherry: Considerações Importantes

Existem riscos e efeitos colaterais bem conhecidos dos analgésicos e anti-inflamatórios tradicionais usados ​​por atletas. Sendo assim, cabe a utilização de uma alternativa natural como a tart cherry, em razão de sua segurança.

Para isso, nos últimos anos diversos estudos investigaram os efeitos da cereja azeda na recuperação muscular, no entanto, ainda existe heterogeneidade significativa nos resultados obtidos, visto que é necessário considerar a população estudada, tipo de esporte avaliado e protocolo de suplementação utilizado. 

Tart Cherry: Principais Efeitos

A tart cherry parece ter efeitos anti-inflamatórios e antioxidantes significativos e promissores para a recuperação muscular dos atletas. Porém, um ponto importante deve ser abordado antes de formular quaisquer recomendações práticas para os atletas: o excesso de antioxidantes pode inibir as enzimas antioxidantes naturais do corpo e as vias envolvidas na biogênese mitocondrial. Dessa forma, a utilização de quantidades supra-fisiológicas do suplemento a base de cereja azeda não é recomendada.

Entretanto, se tomado durante o protocolo de treinamento correto, pode dar a vantagem que os atletas procuram, sem os inúmeros efeitos colaterais e riscos que acompanham drogas, suplementos e substâncias ilícitas para melhorar o desempenho. 

Prática clínica

Quando o foco for a melhora da recuperação, com o objetivo de voltar à forma o mais rápido possível, as cerejas azedas podem ter apresentar papel benéfico. Sendo de extrema importância durante eventos e torneios de vários dias, quando a capacidade de recuperação e desempenho em alto nível no dia a dia é a principal prioridade. Ademais, o tempo e a dosagem variam bastante, mas a maioria dos estudos usou de 240 a 350 mililitros do suco de tart cherry duas vezes ao dia, 4 a 5 dias antes do evento e 2 a 3 dias depois, para promover a recuperação.

Referências bibliográficas:

Sugestão de leitura: Fitoterapia no esporte

Artigo: Vitale KC, Hueglin S, Broad E. Tart Cherry Juice in Athletes: A Literature Review and Commentary. Curr Sports Med Rep. 2017;16(4):230-239.

Classifique esse post

3 visualizações

Comentarios


bottom of page