top of page

Tipos de Dietas Vegetarianas: Ovolactovegetarianismo, Lactovegetarianismo, etc.

As dietas vegetarianas variam em termos de restrições e alimentos permitidos. Elas podem ser escolhidas por motivos de saúde, ambientais, éticos ou religiosos. Abaixo estão descritos os principais tipos de dietas vegetarianas, incluindo ovolactovegetarianismo, lactovegetarianismo, vegetarianismo estrito e outras.


Ovolactovegetarianismo


Os ovolactovegetarianos excluem carne, peixe e frutos do mar, mas consomem ovos e laticínios, como leite, queijo, e iogurte. A dieta deles inclui alimentos como vegetais, frutas, legumes, grãos integrais, leguminosas, nozes, sementes, produtos lácteos e ovos. 


Essa alimentação oferece diversos benefícios. A variedade nutricional é uma delas, já que a inclusão de ovos e laticínios facilita a obtenção de proteínas, vitamina B12 e cálcio. Além disso, a flexibilidade é outro ponto positivo, proporcionando mais opções alimentares em comparação com dietas vegetarianas mais restritivas.


Lactovegetarianismo


Os lactovegetarianos excluem carne, peixe, frutos do mar e ovos, mas consomem laticínios. A dieta deles inclui vegetais, frutas, legumes, grãos integrais, leguminosas, nozes, sementes e produtos lácteos, como leite, queijo, iogurte e manteiga.


Essa alimentação oferece benefícios significativos. Os laticínios são uma excelente fonte de cálcio, essencial para a saúde óssea. Além disso, os produtos lácteos fornecem proteínas completas, contendo todos os aminoácidos essenciais.


Ovovegetarianismo


Os ovovegetarianos excluem carne, peixe, frutos do mar e laticínios, mas consomem ovos. A dieta deles inclui vegetais, frutas, legumes, grãos integrais, leguminosas, nozes, sementes e ovos.


Essa alimentação oferece benefícios notáveis. Os ovos são uma excelente fonte de proteína, além de fornecerem nutrientes importantes como vitamina B12 e colina. Além disso, para algumas pessoas, os ovos podem ser mais fáceis de digerir em comparação com laticínios.


Vegetarianismo Estrito (Veganismo)


Os veganos excluem todos os produtos de origem animal, incluindo carne, peixe, frutos do mar, ovos, laticínios e mel. Sua dieta consiste em vegetais, frutas, legumes, grãos integrais, leguminosas, nozes, sementes e produtos à base de plantas, como leite de soja, leite de amêndoa, tofu, tempeh e seitan.


Essa alimentação oferece diversos benefícios. Em termos de saúde cardiovascular, as dietas veganas são geralmente ricas em fibras e baixas em gorduras saturadas, o que pode beneficiar o coração. Além disso, do ponto de vista ambiental, a adoção de uma dieta vegana resulta em uma menor pegada de carbono e reduz o uso de recursos naturais, comparado às dietas que incluem produtos de origem animal.


Pescetarianismo


Os pescetarianos excluem carne de animais terrestres, mas consomem peixe e frutos do mar, além de produtos vegetais. Sua dieta inclui vegetais, frutas, legumes, grãos integrais, leguminosas, nozes, sementes e peixes e frutos do mar. Dependendo da preferência individual, podem também consumir laticínios e ovos.


Entre os benefícios dessa dieta está a ingestão de peixes ricos em ácidos graxos ômega-3, que podem melhorar a saúde do coração e a função cerebral. Além disso, a inclusão de frutos do mar contribui para uma maior variedade nutricional, ajudando a suprir deficiências comuns em outras dietas vegetarianas.


Flexitarianismo


Os flexitarianos seguem uma dieta vegetariana a maior parte do tempo, mas ocasionalmente consomem carne e produtos de origem animal. Eles incluem em sua alimentação vegetais, frutas, legumes, grãos integrais, leguminosas, nozes, sementes, ovos, laticínios e, ocasionalmente, carnes e peixes.


Entre os benefícios dessa dieta está a flexibilidade, que permite uma abordagem mais equilibrada e menos restritiva à alimentação. Além disso, essa dieta pode proporcionar os benefícios de uma alimentação baseada em vegetais, enquanto ainda permite a ingestão ocasional de nutrientes encontrados em produtos de origem animal.


Prática clínica


Existem várias formas de dietas vegetarianas, cada uma com diferentes restrições e benefícios. A escolha do tipo de dieta vegetariana depende de fatores pessoais, como objetivos de saúde, preferências alimentares e considerações éticas. É importante planejar cuidadosamente para garantir que todas as necessidades nutricionais sejam atendidas em qualquer tipo de dieta vegetariana escolhida.


Continue Estudando…





Referências Bibliográficas


HARGREAVES, Shila Minari; ROSENFELD, Daniel L.; MOREIRA, Ana Vládia Bandeira; ZANDONADI, Renata Puppin. Plant-based and vegetarian diets: an overview and definition of these dietary patterns. European Journal Of Nutrition, [S.L.], v. 62, n. 3, p. 1109-1121, 22 jan. 2023. Springer Science and Business Media LLC.

Comments


bottom of page