top of page

Uso clínico de esteroides anabolizantes na abordagem de osteoporose, sarcopenia e fragilidade em mul

O envelhecimento populacional é uma realidade global que traz consigo desafios relacionados à saúde e qualidade de vida. Entre os problemas de saúde que afetam especialmente as mulheres após a menopausa, destacam-se a osteoporose, a sarcopenia e a fragilidade. Estas condições podem levar a uma redução da independência funcional, aumento do risco de quedas e fraturas, resultando em impactos significativos na saúde e no bem-estar das mulheres mais velhas. 

Diante desse cenário, uma abordagem terapêutica que vem ganhando atenção é o uso de esteroides anabolizantes, para mitigar os efeitos adversos do envelhecimento sobre a saúde óssea e muscular. No entanto, essa prática não está isenta de controvérsias e questionamentos éticos, uma vez que os esteroides anabolizantes são frequentemente associados ao uso indevido no contexto esportivo. 



Table of ContentsToggle

Há benefícios no uso terapêutico dos esteroides anabolizantes?

Os esteroides anabolizantes, com foco no Decanoato de Nandrolona, geram uma ampla discussão, tanto necessária quanto desnecessária, em relação ao seu potencial de auxílio no tratamento da osteoporose, sarcopenia e fragilidade em mulheres pós-menopausa. Estudos indicam que esse medicamento é capaz de estimular a síntese de proteínas musculares e a formação óssea, combatendo a perda de massa muscular e óssea associada ao envelhecimento. 

Além disso, outras pesquisas sugerem que os esteróides anabolizantes podem contribuir para o aumento da força muscular e da densidade mineral óssea, promovendo melhorias na capacidade funcional de pacientes que estão completamente debilitados. Portanto, eles podem desempenhar um papel importante na melhoria da qualidade de vida de pacientes que necessitam desses benefícios.

Esteroides anabolizantes em mulheres na pós-menopausa 

Um estudo recente, feito pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), “Lean Body Mass in Osteoporotic Postmenopausal Women Treated with Nandrolone Decanoate: A Systematic Search Review”, levanta o questionamento sobre envelhecimento, perda óssea e osteoporose pós-menopausa, que estão associados não apenas à diminuição da densidade óssea, mas também à considerável perda de massa muscular e agravamento da composição corporal. 

Infelizmente, as diretrizes atuais para o tratamento da osteoporose pós-menopausa não incluem medicamentos voltados para o aumento da hipertrofia muscular. Com base nesse contexto, o estudo investigou por meio de uma revisão sistemática com metanálise se o Decanoato de Nandrolona é eficaz na promoção do aumento da massa óssea e muscular em diversas condições patológicas e outras crônicas.

No final, três estudos foram encontrados e incluídos para análise, sendo dois randomizados controlados e um observacional. Importante destacar que todos os estudos observaram efeitos positivos na massa muscular concomitante com aumento da massa óssea e redução da massa gorda corporal, explicado pelo tratamento com Decanoato de Nandrolona em mulheres na pós menopausa e diagnóstico prévio de osteoporose. 

Por outro lado, os efeitos colaterais foram predominantemente androgênicos, como mudança da voz e aumento do hirsutismo. Entretanto, foram considerados leves, bem tolerados e sem eventos adversos graves. Por fim, o estudo destacou que o Decanoato de Nandrolona é um medicamento eficaz para aumentar a massa corporal magra e reduzir a gordura corporal, melhorando vários parâmetros de saúde óssea. Ainda, o fármaco apresentou segurança clínica adequada, tornando-se assim um potencial coadjuvante a ser considerado no arsenal terapêutico médico para o tratamento otimizado da osteoporose e fragilidade em mulheres pós menopausa. 

Considerações Éticas

Apesar dos possíveis benefícios, o uso de esteroides anabolizantes em contextos não relacionados ao tratamento médico é amplamente desencorajado devido aos riscos à saúde e às implicações éticas. No cenário esportivo, essas substâncias são frequentemente associadas ao doping e podem levar a efeitos colaterais graves, como alterações no fígado, cardiovascular e psicológicas. Quando aplicadas clinicamente, a supervisão médica rigorosa é essencial para monitorar os efeitos adversos e minimizar os riscos.

Certamente, o uso de esteroides anabolizantes, como o Decanoato de Nandrolona, para o tratamento de osteoporose, sarcopenia e fragilidade em mulheres pós-menopausa é um tópico que exige uma avaliação cuidadosa. Enquanto os benefícios potenciais podem trazer melhorias significativas na saúde óssea e muscular, é crucial considerar os riscos associados, bem como as considerações éticas inerentes ao uso dessas substâncias. 

A decisão de adotar essa abordagem terapêutica deve ser baseada em uma avaliação individualizada, levando em consideração a relação entre benefícios e riscos, e sempre com a devida supervisão médica. O equilíbrio entre os possíveis ganhos e os desafios enfrentados no uso de esteroides anabolizantes determinará seu papel na promoção da saúde e qualidade de vida das mulheres pós-menopausa.

Ademais, as implicações éticas associadas ao uso de esteroides anabolizantes não podem ser subestimadas. Em um contexto esportivo onde o doping é uma preocupação constante, a utilização inadequada dessas substâncias compromete a integridade do esporte e coloca em risco a saúde dos atletas. Ao aplicar essas substâncias clinicamente, os médicos são desafiados a equilibrar os princípios de beneficência e não maleficência, considerando os resultados positivos esperados e os possíveis danos colaterais.

Prática Clínica

Diante desse panorama, a decisão de incorporar esteroides anabolizantes no arsenal terapêutico contra osteoporose, sarcopenia e fragilidade em mulheres pós-menopausa deve ser uma medida cuidadosamente considerada. Uma abordagem informada requer uma análise abrangente de cada caso, levando em consideração os fatores médicos, éticos e individuais. 

O foco deve permanecer na busca incessante pela melhoria da qualidade de vida dessas mulheres, sempre priorizando sua saúde e bem-estar. O equilíbrio entre as evidências científicas e os dilemas éticos moldam a trajetória desse tópico, e reafirmam a necessidade de uma discussão contínua e fundamentada sem vieses. 

A utilização de esteroides anabolizantes, como o Decanoato de Nandrolona, para combater a tríade de osteoporose, sarcopenia e fragilidade em mulheres pós-menopausa, representa uma encruzilhada complexa onde os benefícios médicos e individuais de mulheres negligenciadas, colidem com desafios de visões diferentes. 

É indiscutível que a deterioração óssea e muscular associada ao envelhecimento apresenta um impacto profundo na qualidade de vida e independência dessas mulheres, impulsionando a busca por alternativas eficazes. Certamente, os esteróides anabolizantes emergem como uma ferramenta que pode oferecer benefícios substanciais, ao estimular a síntese proteica e a formação óssea, contribuindo para a manutenção da função muscular e óssea. 

Referências Bibliográficas

Artigo: CÂMARA, Lucas Caseri; STARLING, Marcelo Andrade; CANVILO, Loreta Moraes; CIVILE, Vinícius; MOÇA, Virgínia Fernandes. Lean Body Mass in Osteoporotic Postmenopausal Women Treated with Nandrolone Decanoate: a systematic search review. Journal Of Advances In Medicine And Medical Research, [S.L.], v. 35, n. 20, p. 105-113, 23 ago. 2023. Sciencedomain International. http://dx.doi.org/10.9734/jammr/2023/v35i205179. 

Classifique esse post

10 visualizações

Kommentare


bottom of page