top of page
  • Foto do escritorKcal da Science Play

Qual a Melhor Dieta Para Mulheres com SOP?

A síndrome dos ovários policísticos (SOP) pode afetar até 21% das mulheres em idade reprodutiva. Tal fato é de extrema importância tendo em vista que esse distúrbio endócrino afeta diretamente a qualidade de vida e a saúde reprodutiva feminina. Logo, por ser uma desordem de cunho multifatorial, a dieta é um componente chave para o tratamento efetivo dessa síndrome. Veja aqui, qual é a  melhor dieta para um nutricionista aplicar juntamente às suas pacientes portadoras de SOP. 



Table of Contents


O que é a SOP?


Inicialmente, a SOP é um distúrbio endócrino que afeta milhares de mulheres em idade fértil. Tal comorbidade está associada a diversos sintomas, sendo os mais clássicos, o hiperandrogenismo, levando ao hirsutismo e a acne, além disso a  resistência insulínica e também a presença de ovários policísticos identificados em ultrassonografia. 


Impactos da SOP na Saúde da Mulher 


Nesse sentido, a SOP é uma das principais causas de infertilidade anovulatória em mulheres, dificultando a gravidez e também elevando orisco de desenvolvimento de outros distúrbios metabólicos, a exemplo do Diabetes tipo II. Logo, cuidar de forma sistêmica e integrada das mulheres com esse quadro é fundamental para melhorar a qualidade de vida, bem como a sua fertilidade. 


No tocante, um estudo publicado na revista Nutrientes analisou a efetividade de um dieta de muito baixa calorias (VLCD) versus uma dieta com déficit energético moderado em participantes diagnosticadas com SOP, e que apresentavam um quadro de obesidade. Nesse sentido, tratar a obesidade é um passo inicial para melhora dos sintomas associados a SOP. 


A Dieta de Baixas Calorias é Efetiva na SOP?


Além disso, um estudo mostrou que a perda de peso apresentada pelo grupo de mulheres que seguiram a dieta VLCD, foi mais impactante nos parâmetros de hiperandrogenismo, com aumento da globulina ligadora de hormônios sexuais, além da redução da glicemia de jejum. Assim, a dieta de muito baixas calorias pode ser uma estratégia efetiva tendo em vista que uma é uma maneira de promover o emagrecimento inicial mais de forma maos agressiva e  rápida, proporcionando inúmeras melhorias aos pacientes já nas primeiras 8 semanas de dieta. 


Prática Clínica


Portanto, aplicar as estratégias de redução de peso corporal com uma dieta de muito baixa calorias parece ser uma tentativa inicial para o tratamento da SOP. No entanto, tal estratégia não deve ser utilizada por mais de 8 semanas tendo em vista a sua agressividade e impacto no metabolismo basal. No mais, tão importante quanto a perda de peso inicial é a sustentabilidade destes resultados e o emprego de estratégias de manutenção após esse período. Assim, você nutricionista tem papel de destaque no tratamento da SOP. 


Continue Estudando...





Referências Bibliográficas


Deshmukh H, Papageorgiou M, Wells L, Akbar S, Strudwick T, Deshmukh K, Vitale SG, Rigby A, Vince RV, Reid M, et al. The Effect of a Very-Low-Calorie Diet (VLCD) vs. a Moderate Energy Deficit Diet in Obese Women with Polycystic Ovary Syndrome (PCOS)—A Randomised Controlled Trial. Nutrients. 2023; 15(18):3872.

Comments


Commenting has been turned off.
bottom of page